enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Cuca é o novo técnico do Paraná Clube

  • Por Gisele Rech
Alex Stival será o comandante
do Paraná no Brasileiro.

O mistério em torno do nome do novo treinador do Paraná Clube só será desfeito, oficialmente, hoje. Mas uma fonte de O Estado assegurou que Alex Stival, o Cuca, ex-Gama, é o escolhido pela câmara gestora do futebol para conduzir o time no Brasileirão. A apresentação oficial do novo treinador será na quarta-feira, juntamente com elenco paranista.

Após estudar uma lista com dez treinadores, com nomes como Abel Braga, Artur Netto e Artur Bernardes, o presidente da câmara reduziu o número de prováveis para três: Adílson Batista, Ivo Wortmann e o próprio Cuca. “Já temos o nome e estamos trabalhando em cima dele. Se em último caso não der, temos uma carta na manga”, disse Domingos. No entanto, já na metade da tarde, Adílson foi enfático ao dizer que estava fora da jogada. “Um diretor do Paraná chegou a me ligar, mas não houve mais contato”. Ivo, que está em Porto Alegre, também assegurou que não fora procurado. Já Cuca, apenas de também ter dito que não houvera contato, pareceu menos firme em sua negativa. “Não fui procurado ainda”, desconversou. Mas não escondeu que tem consciência do grande trabalho que o novo técnico terá no comando do Tricolor. “Quem assumir terá muito a fazer. mas todo o treinador sente-se estimulado com desafios.”

Ex-meia, Cuca chegou a defender as cores do Pinheiros, um dos clubes que deu origem ao Paraná Clube e brilhou na meia-cancha do Coritiba. A carreira como treinador teve início nos anos 90 e as grandes chances no futebol catarinense, onde comandou o Avaí e o criciúma.

Pelo menos um ponto positivo

Como o departamento físico da equipe não sofrerá mudança, independente da chegada do novo treinador, o preparador Fabiano Rosenau já trabalha de olho no campeonato brasileiro, com o auxílio de Fernando Tonet. Durante a semana, ele pôde colocar o físico dos jogadores em dia. “É raro durante um campeonato termos uma semana inteira de treinamentos para podermos intercalar treinos físicos. Por isso, ao longo de uma disputa, os atletas ganham ritmo de jogo, mas perdem um pouco do trabalho físico”, explicou.

Analisando por esse aspecto, o fato de o Paraná ter sido eliminado precocemente do campeonato paranaense teve pelo menos esse aspecto de positivo: o Tricolor terá mais tempo para se preparar. “Vamos ter essa parada no Carnaval (quatro dias), mas já pudemos fazer um trabalho forte nesta semana. Quando eles voltarem, continuaremos o trabalho, sem maiores perdas”. Hoje, Rosenau comanda a última movimentação antes de o elenco ser liberado para o Carnaval.

Sobre novas contratações -estima-se que o Paraná traga aos menos cinco reforços – Fabiano acredita que pelo fato de o Tricolor já estrear no Brasilerão no dia 30 deste mês, contra o Santos, a diretoria busque seus reforços em clube que ainda estão disputando alguma competição, como o Paulistão. “Será mais prático trazer atletas que já estejam em boa condição de entrar em campo”, concluiu.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas