Atual campeão brasileiro, o Cruzeiro estreia nesta quarta-feira na Libertadores, em jogo contra o Real Garcilaso, a partir das 22 horas, em Huancayo, no Peru. Além do time peruano e da dificuldade natural por ser o primeiro jogo numa competição tão importante, o desafio cruzeirense será superar a altitude, numa cidade que fica a 3.271 metros acima do nível do mar.

Em relação ao time titular, o Cruzeiro não mudou nada em relação ao ano passado, quando brilhou na conquista do Brasileirão – nesta temporada, chegaram reforços que, por enquanto, são opções no banco. Mas, diante do Real Garcilaso, o técnico Marcelo Oliveira não poderá contar com o volante Nilton e o atacante Borges, que se recuperam de contusão e nem viajaram ao Peru.

Para suprir a ausência dos dois titulares, Marcelo Oliveira tem uma certeza e uma dúvida. No lugar de Nilton, o escolhido é o volante Souza. Já na vaga de Borges, a tendência é que ele escale o atacante boliviano Marcelo Moreno, reforço recém-chegado, mas também pode optar pela entrada do meia-atacante Júlio Baptista. De qualquer maneira, o técnico mostra confiança para estreia.

“Estamos na expectativa muito boa, muito positiva, sabendo que é uma competição muito difícil, mas que a gente está se preparando muito bem para já iniciar bem essa competição. Vamos nos preparar bem para tudo e principalmente tentar fazer um grande jogo”, afirmou Marcelo Oliveira, que avaliou o rival cruzeirense desta quarta-feira como um “time competitivo”.