Domingo (26) acontece o primeiro clássico da temporada, o Paraná Clube x Coritiba marcado para as 18h na Vila Capanema. E como o Tricolor completou 30 anos em dezembro do ano passado, vamos completar também 30 anos de Paratibas. Uma rivalidade que se acirrou rapidamente, que teve finais de Campeonato Paranaense (com vitórias para os dois lados) e jogos inesquecíveis. Mas como eram Curitiba, Paraná e Brasil naquele início de 1990?

Aqui em Curitiba

No dia 3 de fevereiro de 1990, sábado, véspera do primeiro Paratiba, mais de 250 mil curitibanos estavam sem água há 72 horas. E ficariam até o dia seguinte, segundo as informações repassadas pela Sanepar. Houve problemas técnicos na estação de tratamento do rio Iguaçu. A capacidade de tratamento tinha caído pra 20% do normal.

Aquele também foi o dia da implantação da feira livre do Bairro Alto, então a 38ª feira de Curitiba. E o SESC Centro convidava os interessados para um curso de aproveitamento integral da melancia.

A melancia, essa incompreendida. Foto: Pixabay

Pelo estado

A eleição só seria em novembro, mas o PMDB já discutia quem seria o candidato a governador para suceder Álvaro Dias. Naquele 3 de fevereiro, um debate entre os pré-candidatos foi realizado em Cascavel, com Luiz Carlos Hauly, Maurício Fruet, Nivaldo Krüger, Leite Chaves e Roberto Requião – que acabou com a indicação do partido e foi eleito no segundo turno.

Roberto Requião em campanha pelo governo. Foto: Arquivo

Também pelo Oeste, a Polícia Federal apreendeu 1.300 tubos de lança-perfume em São Miguel do Iguaçu. A ‘carga’ seria distribuída no Carnaval. Eram outros tempos.

No Brasil

Vivíamos os últimos dias do governo de José Sarney, e nem imaginávamos que 45 dias depois Fernando Collor ia confiscar quase todo o dinheiro da população. O então futuro presidente era manchete por ter chamado os carros nacionais de ‘carroças’. Os problemas econômicos e sociais eram desesperadores. Os produtores de leite avisavam que iria faltar produto nos meses seguintes. Sete estados não tinham álcool combustível. A inflação de janeiro tinha sido de 67,55%.

Fernando Collor dando aquela confiscada básica no povo.

Nosso futebol

Naquele dia 4 de fevereiro teve início o Campeonato Paranaense de 1990. Eram 20 times (vinte!) que jogavam um monte de turnos até chegar à decisão. Além de Coritiba 1×0 Paraná, gol de Paulo César, a rodada teve os seguintes resultados: Sport de Campo Mourão 0x1 Athletico (no caso Atlético), Maringá Atlético Clube 1×0 Londrina, União Bandeirante 3×0 9 de Julho, Matsubara 3×0 Batel, Cascavel 2×1 Pato Branco, Apucarana 3×0 Platinense, Umuarama 1×1 Grêmio Maringá, Operário 2×0 Arapongas e Iguaçu 1×0 Foz.

+ Veja aqui todos os textos do blog!

O primeiro jogo da história do Tricolor era o grande acontecimento daquele domingo, mas o craque da rodada foi Tostão. “Que craque sensacional. Além do futebol que joga, exibe uma disposição, uma valentia e uma clarividência que só os ungidos pela graça de proporcionarem solos memoráveis é que conseguem exibir”, disse Vinícius Coelho em sua coluna no Correio de Notícias. Ele completou: “Começou bonito o Paraná. Muita torcida, muita animação, mas seu futebol não empolgou”.