O Coritiba colocou uma mão e meia no título do Campeonato Paranaense. Com uma grande atuação e com direito a gritos de “olé”, o Verdão, no Atletiba 371 da história, venceu o Atlético por 3×0, na tarde deste domingo (30), na Arena da Baixada, e se aproximou da conquista do Estadual depois de quatro anos na fila. Com a grande vantagem conquistada na casa do adversário, o time coxa-branca poderá perder por dois gols de diferença o jogo de volta, domingo (7), no Couto Pereira, que mesmo assim ficará com o título do torneio.

O Atlético, agora, não terá muito tempo para assimilar o golpe, já que nesta quarta-feira (3) enfrenta o San Lorenzo, da Argentina, às 21h, na Arena, podendo se classificar para as oitavas de final da Libertadores de forma antecipada. Já o Coritiba terá a semana inteira para se preparar para o Atletiba da volta do Estadual.

O Coritiba parece ter aprendido com os recentes insucessos em duelos diante do Atlético na Arena. Com um time bem armado e bem organizado, o Coxa fez um grande primeiro tempo e dominou a etapa inicial. Mas quem teve a primeira chance foi o Furacão, aos 3 minutos. No contra-ataque puxado por Deivid, Cascardo cruzou, Grafite ajeitou e João Pedro acertou a trave.

Tentando propor o jogo, o Rubro-Negro parava na marcação eficiente do Coritiba. O Coxa, então, equilibrou a partida e abriu o placar aos 16 minutos. Em cobrança de falta perfeita de Matheus Galdezani, Werley recebeu livre nas costas da defesa rubro-negra e cabeceou sem chances para Weverton. Um minuto depois, William Matheus roubou a bola e Henrique Almeida quase ampliou.

Com a vantagem, o Coritiba recuou um pouco, continuou eficiente na sua forma de marcar, mas deu campo para o Atlético atacar. O Furacão, então, que sentia demais a falta do zagueiro Thiago Heleno, quase empatou aos 25. Depois do cruzamento de João Pedro, Sidcley ajeitou para Grafite, mas Wilson fez grande defesa. O castigo para o Rubro-Negro veio dois minutos depois. Iago foi lançado, ganhou de Wanderson, aproveitou a saída errada de Weverton, mandou por cobertura e marcou um golaço.

O segundo gol alviverde desestabilizou de vez o Atlético. O time rubro-negro errava demais na saída de bola e dava espaços para os contra-ataques do rival. Aos 32, Matheus Galdezani recuperou, arriscou de fora e a bola saiu por pouco. Logo depois, o Coxa chegou a marcar com Kléber, mas o gol foi mal anulado. No final do primeiro tempo, deu tempo ainda para João Pedro e Alan Santos disputarem de maneira mais forte uma bola no meio de campo. Pior para o armador atleticano, que deixou a Arena de ambulância.

Com o atacante Eduardo da Silva no lugar de Nikão, o Atlético voltou do intervalo mais ofensivo. Na verdade, o Furacão não tinha outra alternativa a não ser atacar o Coritiba. Aos 6 minutos, depois da falha de Alan Santos, Felipe Gedoz chutou forte e Wilson defendeu. A resposta do Alviverde foi imediata. No contra-ataque, Henrique Almeida serviu Kléber na área. O artilheiro do Estadual não decepcionou, bateu sem chances para Weverton e ampliou a vantagem.

Sem força para reagir, o Atlético tentava buscar o primeiro gol de forma desordenada. Felipe Gedoz e Wanderson por muito pouco não colocaram o Furacão novamente na disputa. O Coritiba, com amplo domínio da partida, melhorou sua marcação com as entradas de Jonas e Tiago Real. A situação do Coxa melhorou aos 23. Felipe Gedoz agrediu Kléber e foi expulso.

Com um jogador a mais, o Coritiba passou a dominar completamente a partida. Com direito a quase três minutos de “olé”, o time coxa-branca manteve a posse de bola, mas ainda criou a chance de fazer o quarto gol. Aos 33, Neto Berola arriscou de fora da área e Weverton fez grande defesa.

Mesmo com um jogador a menos, o time atleticano chegou perto de fazer o primeiro com Douglas Coutinho, já no final do jogo, mas Wilson fez grande defesa. O Coritiba poderia ter ampliado a vantagem aos 41 minutos. Iago cruzou e Henrique Almeida, livre, mandou por cima. O Verdão, então, administrou o placar, garantiu a goleada e uma grande vantagem para o duelo de volta, domingo que vem, no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
Final – Jogo de ida

Atlético 0x3 Coritiba

Atlético
Weverton; Gustavo Cascardo, Paulo André (José Ivaldo), Wanderson e Sidcley; Deivid, Matheus Rossetto, João Pedro (Douglas Coutinho),  Nikão (Eduardo da Silva) e Felipe Gedoz; Grafite.
Técnico: Paulo Autuori

Coritiba
Wilson; Rodrigo Ramos, Werley, Juninho e William Matheus; Alan Santos (Tiago Real), Matheus Galdezani (Jonas) e Anderson; Iago, Henrique Almeida e Kleber (Neto Berola).
Técnico: Pachequinho

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Diego Grubba Schitkovski
Gols: Werley, 16, Iago, 27 do 1º; Kléber, 6 do 2º
Cartões amarelos: Kléber (COR); Wanderson, Felipe Gedoz (CAP)
Cartão vermelho: Felipe Gedoz (CAP)
Público total: 29.031
Renda: R$ 895.125,00