enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Decisão

Coxa goleia na Arena e praticamente garante o título do Paranaense

Com um futebol mais organizado, com domínio e toque de bola, o Coritiba deu uma aula no Atlético no primeiro jogo da final do Paranaense e abriu uma enorme vantagem pra garantir o título no Couto Pereira

  • Por Luiz Ferraz
Kleber marcou o terceiro gol do Coxa, que praticamente garante o título do Paranaense. Foto: Hugo Harada

O Coritiba colocou uma mão e meia no título do Campeonato Paranaense. Com uma grande atuação e com direito a gritos de “olé”, o Verdão, no Atletiba 371 da história, venceu o Atlético por 3×0, na tarde deste domingo (30), na Arena da Baixada, e se aproximou da conquista do Estadual depois de quatro anos na fila. Com a grande vantagem conquistada na casa do adversário, o time coxa-branca poderá perder por dois gols de diferença o jogo de volta, domingo (7), no Couto Pereira, que mesmo assim ficará com o título do torneio.

O Atlético, agora, não terá muito tempo para assimilar o golpe, já que nesta quarta-feira (3) enfrenta o San Lorenzo, da Argentina, às 21h, na Arena, podendo se classificar para as oitavas de final da Libertadores de forma antecipada. Já o Coritiba terá a semana inteira para se preparar para o Atletiba da volta do Estadual.

O Coritiba parece ter aprendido com os recentes insucessos em duelos diante do Atlético na Arena. Com um time bem armado e bem organizado, o Coxa fez um grande primeiro tempo e dominou a etapa inicial. Mas quem teve a primeira chance foi o Furacão, aos 3 minutos. No contra-ataque puxado por Deivid, Cascardo cruzou, Grafite ajeitou e João Pedro acertou a trave.

Tentando propor o jogo, o Rubro-Negro parava na marcação eficiente do Coritiba. O Coxa, então, equilibrou a partida e abriu o placar aos 16 minutos. Em cobrança de falta perfeita de Matheus Galdezani, Werley recebeu livre nas costas da defesa rubro-negra e cabeceou sem chances para Weverton. Um minuto depois, William Matheus roubou a bola e Henrique Almeida quase ampliou.

Com a vantagem, o Coritiba recuou um pouco, continuou eficiente na sua forma de marcar, mas deu campo para o Atlético atacar. O Furacão, então, que sentia demais a falta do zagueiro Thiago Heleno, quase empatou aos 25. Depois do cruzamento de João Pedro, Sidcley ajeitou para Grafite, mas Wilson fez grande defesa. O castigo para o Rubro-Negro veio dois minutos depois. Iago foi lançado, ganhou de Wanderson, aproveitou a saída errada de Weverton, mandou por cobertura e marcou um golaço.

O segundo gol alviverde desestabilizou de vez o Atlético. O time rubro-negro errava demais na saída de bola e dava espaços para os contra-ataques do rival. Aos 32, Matheus Galdezani recuperou, arriscou de fora e a bola saiu por pouco. Logo depois, o Coxa chegou a marcar com Kléber, mas o gol foi mal anulado. No final do primeiro tempo, deu tempo ainda para João Pedro e Alan Santos disputarem de maneira mais forte uma bola no meio de campo. Pior para o armador atleticano, que deixou a Arena de ambulância.

Com o atacante Eduardo da Silva no lugar de Nikão, o Atlético voltou do intervalo mais ofensivo. Na verdade, o Furacão não tinha outra alternativa a não ser atacar o Coritiba. Aos 6 minutos, depois da falha de Alan Santos, Felipe Gedoz chutou forte e Wilson defendeu. A resposta do Alviverde foi imediata. No contra-ataque, Henrique Almeida serviu Kléber na área. O artilheiro do Estadual não decepcionou, bateu sem chances para Weverton e ampliou a vantagem.

Sem força para reagir, o Atlético tentava buscar o primeiro gol de forma desordenada. Felipe Gedoz e Wanderson por muito pouco não colocaram o Furacão novamente na disputa. O Coritiba, com amplo domínio da partida, melhorou sua marcação com as entradas de Jonas e Tiago Real. A situação do Coxa melhorou aos 23. Felipe Gedoz agrediu Kléber e foi expulso.

Com um jogador a mais, o Coritiba passou a dominar completamente a partida. Com direito a quase três minutos de “olé”, o time coxa-branca manteve a posse de bola, mas ainda criou a chance de fazer o quarto gol. Aos 33, Neto Berola arriscou de fora da área e Weverton fez grande defesa.

Mesmo com um jogador a menos, o time atleticano chegou perto de fazer o primeiro com Douglas Coutinho, já no final do jogo, mas Wilson fez grande defesa. O Coritiba poderia ter ampliado a vantagem aos 41 minutos. Iago cruzou e Henrique Almeida, livre, mandou por cima. O Verdão, então, administrou o placar, garantiu a goleada e uma grande vantagem para o duelo de volta, domingo que vem, no Couto Pereira.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE
Final – Jogo de ida

Atlético 0x3 Coritiba

Atlético
Weverton; Gustavo Cascardo, Paulo André (José Ivaldo), Wanderson e Sidcley; Deivid, Matheus Rossetto, João Pedro (Douglas Coutinho),  Nikão (Eduardo da Silva) e Felipe Gedoz; Grafite.
Técnico: Paulo Autuori

Coritiba
Wilson; Rodrigo Ramos, Werley, Juninho e William Matheus; Alan Santos (Tiago Real), Matheus Galdezani (Jonas) e Anderson; Iago, Henrique Almeida e Kleber (Neto Berola).
Técnico: Pachequinho

Local: Arena da Baixada
Árbitro: Rodolpho Toski Marques
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Diego Grubba Schitkovski
Gols: Werley, 16, Iago, 27 do 1º; Kléber, 6 do 2º
Cartões amarelos: Kléber (COR); Wanderson, Felipe Gedoz (CAP)
Cartão vermelho: Felipe Gedoz (CAP)
Público total: 29.031
Renda: R$ 895.125,00

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

178 Comentários em "Coxa goleia na Arena e praticamente garante o título do Paranaense"


Paulo Busnasrdo Mikosz
Paulo Busnasrdo Mikosz
1 ano 7 meses atrás

chora poodles, pó de arroz, cartolas fedidos. Sempre Coritiba

Fmz
Fmz
1 ano 7 meses atrás

COXINHAS MAIORES CLIENTES DO TAL DE HIPOGLÓS, SÓ SABEM FALAR NISSO, DEVE SER POR CAUSA DO ESTOQUE QUE TEM EM CASA, RECEITA DE QUEM USA MESMO EIN, KKKKK ANO PASSADO COMO FOI MESMO? SOBROU ALGUMA COISA? PARTIU MAIS 90 MINUTOS DEPOIS VC’S ACABAM COM O ESTOQUE HUHUUU

James
James
1 ano 7 meses atrás

A torcida do POMPOM é a sua PODDLE!!! E FALANDO DE BOLA…. kkkk mais um 3×0 kkk QUEREM MAIS DOMINGO PIAZADA DE PRÉDIO kkkk

Paulo Busnasrdo Mikosz
Paulo Busnasrdo Mikosz
1 ano 7 meses atrás

crebson poodle, pó de arroz, cartola, chora poodle fedido. Sempre Coritiba, a maior torcida do Pr

CLEBSON
CLEBSON
1 ano 7 meses atrás

ESSE CORITIBA É UMA MÃE MESMO…Obrigado aos verdinhos, toda vez que o CAP enfrenta vcs nós temos um CHOQUE de realidade e nos faz ACORDAR que a postura tem ser outra. Assim conseguimos salvar a temporada enquanto ainda é tempo. Obrigado isso só nos fortalece e joga a ilusão pra vcs…SRN CAP!!

Coxa semmmpre
Coxa semmmpre
1 ano 7 meses atrás

óóóóóólha o comentário do cara!!! esses poodles são mesmo ridículos, ainda agradecem ao Coxa pelas enrabadas kkkkkkkkkkkkkk

CLEBSON
CLEBSON
1 ano 7 meses atrás

Caro iludido…alguma vez vc parou pra pensar o porque os chiquinhos, odeiam tanto o FURACÃO DAS AMÉRICAS???

James
James
1 ano 7 meses atrás

O Brasil odeia vcs, não seus rivais….bando de SOBERBOS e sem time kkkk mais um 3×0 ?! kkk FELIZES?! kkkk

Cid Pest
Cid Pest
1 ano 7 meses atrás

O San Lorenzo termina o serviço na quarta.

1 2 3 21
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas