Mami-Seller, do Haras Clemente Moletta, sob os cuidados de Janias Cunha, é uma das forças do
segundo páreo de amanhã.

O programa de sexta-feira apresenta-se com boas atrações, servindo o jogo de arremate desta noite, às 19h30, como boa orientação para os apostadores. Espera-se movimento superior a 15 mil reais, contribuindo desta forma para que bom movimento seja registrado na noite de amanhã.

Apresentamos, a seguir, nossas primeiras considerações sobre os nove páreos, focalizando inicialmente as corridas mais importantes.

A reunião será iniciada com a seletiva da Copa Velocidade – ABCPCC, na distância de 1.200 metros, com a participação de seis competidores, classificando-se os três primeiros para a final da importante promoção. Todos os competidores, naturalmente, são levados com esperanças por seus responsáveis, mas  vamos destacar a parelha El Rancho Fundo/Ke Amour, que veio de Cidade Jardim. Os defensores do Stud Palura, porém, terão que correr muita para derrotar Ovém e Apricot Noir, que estão bem credenciados para este compromisso.

O destaque da Prova Especial Linneu Ferreira do Amaral é o cavalo irlandês Thompson, que tem categoria para ganhar fácil. Ocorre, porém, que vai enfrentar adversários mais aguerridos, entre os quais Aguillera, que vem de vitória no Tarumã e bom segundo em São Paulo. Como está mais aguerrido, pode surpreender o cavalo do Sheik, figurando como forças imediatas Emerald Gun, Fleetwood Mac e Deco Art.

Pela justiça da homenagem, também figura em plano de destaque o Prêmio Rotildo Slaviero, com a participação de sete produtos de 2 anos, quase todos levados com muita fé por seus responsáveis. Nestas primeiras considerações vamos destacar como forças Saint Hill, Savannah Minister, Lado a Lado e Juvenal.

O Prêmio Newton Slaviero, outra importante homenagem, em 1.100 metros, promete movimentada decisão. Vamos destacar Qualili, mas terá que correr muito para derrotar Aruatã Lua, Nice Dodge e Que Guanabara.

Outras provas

Atoa Bacana, vindo de fácil vitória, continua com muita chance, podendo ser a favorita da segunda prova, na qual Mami-Seller e Odish também estão bem credenciadas pelo retrospecto. Laatzen figura como maior rival das favoritas.

O terceiro páreo conta com dez produtos de dois anos, sendo oito inéditos, enquanto Neta do Heathen e Nassault não agradaram na estréia, sendo que a primeira não confirmou as esperanças de seus responsáveis. Assim, vamos destacar como força a parelha Tosca di Caroline/Tosca di Amore, mas Onagata, Neta do Heathen e a parelha Jacurutu/Juca Preto também figuram com chance.

Dá-lhe Fortaleza, vindo de dois segundos, ganha destaque na penúltima prova, mas terá em Gold-Nina uma grande rival, figurando Oxxygenius, Use Fax e o estreante No Corro Poco como perigosos adversários.

A prova de encerramento também promete difícil decisão. Emporium e Astrakan estão num mesmo plano,  enquanto Kuña Pajé e Quiosfera também poderão brigar pelas primeiras posições.