Nenhuma outra palavra que não seja vergonha resume a eliminação precoce do Coritiba na segunda fase da Copa do Brasil. A derrota por 2×0 para o ASA, na noite desta quinta-feira(23), no Couto Pereira, escancarou as fragilidades do time comandado pelo técnico Paulo César Carpegiani, que agora terá a obrigação de conquistar o Campeonato Paranaense para salvar os primeiros meses do ano de 2017.

Estreante da noite, o volante Jonas lamentou o resultado ruim colhido diante do time alagoano. O jogador, que foi um dos melhores em campo pelo lado do Coritiba, afirmou que saiu envergonhado do gramado, sobretudo por ter decepcionado o torcedor dentro do Couto Pereira.

“É vergonhoso para nós. Os caras vêm aqui e fazem o que quer na nossa casa. No primeiro tempo a gente teve chances, mas faltou tranquilidade. Mas agora é esquecer. Temos agora que levantar a cabeça e dar a volta por cima”, resumiu Jonas.

O abatimento tomou conta dos jogadores alviverdes após a eliminação. Ídolo da torcida, o goleiro Wilson era um dos mais chateados após a derrota sofrida para o ASA, dentro do Couto Pereira.

O camisa 84 não escondeu sua insatisfação, criticou a equipe e lamentou a desorganização demonstrada pelo Coritiba diante dos alagoanos.
“Não tem como explicar. A gente ainda não conseguiu convencer esse ano. A gente não vem fazendo boas partidas. Perdemos jogadores importantes, mas não é desculpa também, pois temos outros jogadores para suprir a ausência e têm qualidade. É um time desorganizado, ansioso, sem conseguir criar. Quando cria as chances a gente não vem sendo feliz. Vamos trabalhar e agora a gente tem que digerir essa eliminação. Temos muita coisa pela frente durante o ano, vamos buscar corrigir o quanto antes e melhorar nessa temporada”, arrematou Wilson.