A torcida ficou na bronca com a estreia do Coritiba pelo Estadual, quando o time, que briga pelo tetra da competição, não passou de um empate sem gols contra o Operário. Entretanto, o técnico Marquinhos Santos viu como positivo o início da equipe na competição. O comandante destaca que pela dimensão do clube, bem como seus objetivos no campeonato, as cobranças são normais, mas é apenas o início do trabalho. Segundo ele, foi visível a falta de entrosamento. “É normal, natural, principalmente por ser início de temporada. Mas isso não vai acontecer do dia pra noite, é um processo gradativo. O Coritiba é uma equipe grande e tem a responsabilidade de buscar as vitórias”, disse.

Marquinhos Santos ainda elogiou a personalidade dos jogadores, bem como as oportunidades criadas durante a partida, principalmente no segundo tempo. “Mesmo com a casa cheia nós tivemos personalidade, criamos muitas oportunidades, o segundo tempo nos impusemos e criamos mais. Acredito que até pela falta de entrosamento as oportunidades que tivemos seriam suficientes pra ter saído com o resultado positivo”, completou. Ele destaca que o grupo está iniciando uma série de partidas, e que a tendência para os próximos jogos é ter uma evolução no trabalho. “O grupo está iniciando agora uma sequência de jogos e a tendência é ter uma evolução”, finalizou.