O Coritiba anunciou na madrugada deste domingo (15) a demissão do técnico Sandro Forner, que não resistiu à derrota por 2×0 para o Sampaio Corrêa, na noite de sábado (14), na estreia pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Em nota através do seu site oficial, o Coxa anunciou que quem comandará a equipe diante do Atlético-GO, na próxima terça-feira (17), no Couto Pereira, será o auxiliar-técnico Tcheco.

Forner era o treinador das categorias de base do clube e ficou marcado pelo bom desempenho com o time nos campeonatos sub-20, principalmente no Brasileirão, quando foi vice-campeão, perdendo o título para o Cruzeiro, nos pênaltis. Com a ideologia da nova diretoria, de apostar na garotada e também para diminuir os gastos, o técnico foi efetivado ao grupo principal, assim como muitos atletas.

Porém, os resultados não apareceram. Mesmo sendo vice-campeão paranaense, o trabalho do comandante coxa-branca vinha sendo contestado. No total, Sandro Forner comandou o Coritiba em 20 partidas, somando sete vitórias, cinco empates e oito derrotas. Um aproveitamento de apenas 43,3% de aproveitamento.

Confira a classificação completa da Série B

O próprio técnico assumiu que o trabalho não vinha surtindo efeito. Após a derrota para o Sampaio Corrêa, o treinador ressaltou que o time poderia até ter sido goleado.

“Tentamos de tudo. Mudamos a forma de jogar, buscamos melhorar a marcação, queríamos fazer algo diferente. Mas nosso primeiro tempo foi muito abaixo. Não competimos. No segundo tempo, até competimos mais, mas não criamos. Levamos o segundo gol, e no final corremos risco de ser até pior. Poderíamos ter perdido de mais”, destacou ele.

“Nós vamos ter que contratar mais, o que aconteceu me deixou desapontado. Se quisermos subir, temos que melhorar, e não é pouco”, refletiu Forner, na última entrevista como comandante coxa-branca.