A passagem do atacante Rildo pelo Coritiba não deixará saudades no torcedor, mas certamente trará uma dificuldade para os cofres do clube. Nesta semana, o jogador ganhou uma ação na Justiça, por conta de falta de pagamentos de salário, referente a dezembro de 2017, 13º e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), e será indenizado com R$ 487.760,00, que com juros e correção ultrapassam os R$ 500 mil.

No dia 23 de maio, houve uma audiência entre as duas partes, mas o Coxa pagou apenas o saldo do salário, não ressarcindo o atleta, que é representado pelos advogados Filipe Rino e Thiago Rino, com as outras demandas.

A decisão foi tomada pelo Juízo da 4ª Vara de Trabalho de Curitiba e o Alviverde precisa cumprir a decisão de maneira imediata.

Rildo, de 29 anos, chegou ao Coritiba em 2017, mas perdeu quase todo o primeiro trimestre por conta de lesões. No total, disputou 39 jogos, sendo 37 deles como titular, e marcou apenas seis gols. Atualmente ele defende o Vasco, mas sofreu uma nova lesão e não deve mais jogar nesta temporada.