Um novo empate por 0 x 0 do Coritiba com o Vitória hoje leva a disputa da vaga para as semifinais da Copa do Brasil para os pênaltis. Uma possibilidade que os jogadores querem evitar. “Agora temos esta decisão e as oportunidades que tivermos temos que fazer para não deixar ir para os pênaltis”, disse o lateral-esquerdo Lucas Mendes.

Para definir a vaga durante os 90 minutos, Lucas Mendes quer o time atento desde o início da partida, para evitar, inclusive, que o adversário saia na frente, como aconteceu em Porto Alegre, quando o Internacional venceu por 2 x 0 com um gol logo aos nove minutos. “Temos que entrar ligados desde o começo, para não acontecer o que aconteceu com o Internacional”, acrescentou.

Apesar disso, o técnico Marcelo Oliveira garante que o Coxa estará preparado para as penalidades, uma vez que os treinamentos para isto são diários. “A gente sempre tem treinado. Eu treino diariamente após cada treinamento, independentemente dos jogos, para que os jogadores tenham confiança na hora de bater, embora isto não garanta que ele vá acertar. Mas a última série foi muito boa e nos deu um campeonato”, disse o treinador, lembrando da final do Campeonato Paranaense, quando o Alviverde empatou por 0 x 0 com o Atlético no tempo normal, mas fez 5 x 4 nos pênaltis.

Por outro lado, no mais recente duelo em que o Coritiba enfrentou o Vitória em um mata-mata não levou a melhor. Em 2009, pela primeira fase da Copa Sul-Americana, as duas equipes se enfrentaram e cada uma venceu um jogo por 2 x 0. Na disputa dos pênaltis, também no Couto Pereira, o rubro-negro acertou todas as suas cobranças, mas Jeci chutou pra fora e o placar ficou 5 x 3 para os baianos, que avançaram na competição.