Alex, Robinho, Júlio César. Eram eles os líderes do elenco do Coritiba nos últimos anos. Mas Alex encerrou a carreira e virou comentarista, Júlio César encerrou seu contrato e Robinho foi negociado. E a transferência do meia para o Palmeiras deixou uma lacuna entre os líderes do elenco do Coritiba. Espaço que Pedro Ken, prata da casa, está disposto a assumir cinco anos após deixar o Alto da Glória.

“Venho preparado para assumir qualquer tipo de responsabilidade”, garante o jogador de 27 anos, emprestado por um ano do Cruzeiro – mas que estava no Vasco nos últimos anos. “Só de vestir essa camisa já gera essa responsabilidade que sei que tenho. Agora, mais maduro, esse papel de liderança por conhecer muito do clube, ter vivido bons momentos, isso ajuda”, completa o meio-campista.

Apresentado pelo Coxa na terça, Pedro Ken ainda não sabe em qual posição será aproveitado no sistema tático pensado pelo técnico Marquinhos Santos. Opções, porém, não faltam. Nos últimos três anos, quando defendeu Avaí, Vitória e Vasco, o atleta jogou como primeiro, segundo e terceiro homem de meio de campo.
Mas ele topa ser aproveitado até como armador principal – a vaga aberta pela aposentadoria de Alex. Basta o treinador pedir. “Jogar em várias posições no meio é uma característica que tenho desde a época do Coritiba”, conta. “Se precisarem de mim de volante ou na própria meia, estou preparado para o que der e vier para ajudar”, acrescenta.

A grande competição por um espaço no time também não é problema para Pedro Ken. Além de manter Hélder e Rosinei, contratar Alan Santos e estar próximo de fechar com João Paulo e Cáceres, o jogador se diz à vontade para brigar por sua vaga entre os onze titulares. “A qualidade é importante para um grupo fortalecido e durante o ano é o que faz a diferença. Teremos uma disputa sadia”, garante.

Nacional

Adversário do Coritiba na primeira rodada do Estadual, o Nacional de Rolândia segue firme e forte em sua pré-temporada. Neste domingo, a equipe fará um amistoso contra o Prudentópolis, às 16h, no Newton Agibert, em Prudentópolis.

O NAC reformulou bastante o elenco para esta temporada. Dos 22 jogadores à disposição do técnico Rafael Andrade, 14 foram contratados. Apenas o goleiro Alysson, o lateral-direito Diego Fiuza, o zagueiro Vitão, os volantes Dodô e Jean Palmital, os meias Lucas e Tcharlles e o atacante Vieira estavam na campanha do vice-campeonato da segunda divisão do Campeonato Paranaense de 2014.

Diante de tantas contratações, o resultado apresentado durante a pré-temporada vem agradando a comissão técnica. “O grupo esta confiante e empenhado nos trabalhos. Em relação aos primeiros treinamentos da pré-temporada já houve uma evolução muito boa. Nosso desejo é que siga no ritmo de crescimento, para que possamos realizar uma boa estreia no Paranaense diante do Coritiba”, avaliou o treinador. O ultimo teste do NAC será contra o PSTC Procopense, dia 24, às 16h, no Erich George.

Leia mais sobre Pedro Ken.