O Atletiba de amanhã, no Willie Davids, em Maringá, não será mais com torcida única. Apesar do pedido dos dois clubes, o Promotor de Justiça Maurício Kalache, da 6ª Promotoria do Ministério Público de Maringá, enviou um ofício aos presidentes Mário Celso Petraglia e Vilson Ribeiro de Andrade, alegando que, apesar da preocupação com os torcedores, “não há possibilidade jurídica de restringir o acesso ao estádio de torcedores isolados, estejam ou não uniformizados e/ou ostentando a bandeira daquele time. Portanto, manifesto-me contrário à restrição de acesso de torcedores visitantes isolados ao Estádio Willie Davids”, segundo relatado no ofício.

Após a determinação, Furacão e Coxa enviaram um documento ao Promotor, assinado pelos presidentes, onde pedem que, diante da negativa de torcida única no clássico, “a Promotoria de Justiça e Defesa do Consumidor da Comarca de Maringá estabeleça em conjunto com as Polícias Rodoviária, Militar e Civil condições que assegurem a ordem e a plena segurança de todos os torcedores e envolvidos na referida partida”.

O Coritiba, inclusive, vai receber uma carga de ingressos, que estará disponível aos seus torcedores.