Somente 45 minutos antes da entrada em campo é que o técnico Marcelo Oliveira irá encerrar o mistério em torno da escalação do Coritiba para o duelo contra o Vasco.

A chuva forte de ontem contribuiu para que a dúvida sobre Marcos Aurélio fosse alimentada. Estava previsto um trabalho fechado no Couto Pereira, onde o jogador poderia ser testado, mas a delegação foi para o CT da Graciosa e todos ficaram somente na musculação e na resenha de véspera de decisão da Copa do Brasil.

“Nós iríamos para o campo, mas quando chegamos estava chovendo muito e, como alguns jogadores estão levemente gripados, decidimos poupar. Curitiba é assim. De repente saiu sol e mudou tudo, mas o que tinha que ser feito já foi feito e a gente está nos sentindo muito preparados para o jogo”, avaliou o técnico Marcelo Oliveira.

Sobre a possibilidade de escalar Marcos Aurélio, o técnico mais uma vez optou pelo despiste. “Está tudo pronto. Temos opções, mas dúvidas não. Amanhã (hoje) a gente começa forte sabendo que é possível e sabendo que tem um adversário na mesma proporção também”, despista.

“Quanto ao Marcos Aurélio, ele é um jogador criativo, que pode decidir o jogo, mas numa partida como essa, quando vamos buscar o substituto do [Anderson] Aquino (suspenso) a gente analisa a estratégia, o adversário, o campo, o tempo de quem está jogando e tudo isso vai ser analisado. Dentro da nossa convicção, aquele que entrar vai entrar com muita força para nos ajudar a buscar o título”, aponta, citando Leonardo, Tcheco e Everton Ribeiro. “Gostei não só do Leonardo, como gostei do Tcheco e do Everton Ribeiro”, destaca o treinador.

Ouro que pode aparecer no time é o lateral-esquerdo Eltinho, que, neste caso, recuperaria a posição de Lucas Mendes. “Ainda não define o time, temos que lembrar que o Eltinho também estava parado e que o Eder Luís, que joga por aquele setor, vai voltar”, disse Marcelo Oliveira.