A boa fase do atacante Kléber, artilheiro isolado do Campeonato Paranaense com 13 gols, passa muito também pelo grande momento vivido pelo meia Juan, que por causa de uma lesão muscular na coxa dificilmente estará em campo no primeiro duelo da final contra o Atlético, domingo(1º), na Arena da Baixada. Apesar de perder o seu grande garçom, o Gladiador prefere não dar palpites ao técnico Gilson Kleina para o provável substituto do camisa 55 e garantiu que quem entrar vai dar conta do recado.

“O Gilson sabe quem é o melhor jogador para suprir a ausência do Juan. O Thiago Lopes fez um bom jogo de novo. O Dudu também estava fora e o Vinicius tem entrado muito bem nos jogos. A gente sabe que tem um bom grupo, um bom elenco e, com certeza, quem entrar vai jogar bem e dar o máximo para ajudar o Coritiba”, pontuou Kléber.

Apesar de ser uma semana decisiva, o jogador afirmou que o ritmo de preparação do time coxa-branca não pode mudar. O camisa 83, no entanto, ressaltou que por se tratar de uma final, a partida torna-se diferente e a atenção terá que ser redobrada.

“É uma final, um jogo diferente. Temos que jogar com inteligência. É um jogo de 180 minutos. A preparação tem que ser como a gente vem fazendo todas as semanas. A gente vem treinando forte, estudando a equipe adversária e com o Atlético não pode ser diferente. É um clássico, uma final e é do que a gente vinha fazendo para mais. Vamos estudar mais, prestar mais atenção, acertar o que errou, ver o que precisa melhorar para que nosso time possa estar bem alinhado para essa final”, finalizou o Gladiador.

O time coxa-branca, depois de vencer o PSTC no último sábado, no Couto Pereira e de garantir a vaga na final do Estadual, voltou aos treinamentos na tarde destaterça-feira (26), no CT da Graciosa. O meia Juan segue em tratamento e o clube não confirma o grau da lesão muscular do jogador. O meia Dudu, que levou uma pancada no tornozelo e sofreu uma entorse no local, pode ser a novidade.