A fase do Coritiba não é das melhores. São seis jogos sem vitórias na disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas o técnico Jorginho não escondeu a empolgação de ter a chance de conduzir o clube de volta à primeira divisão. O treinador, que foi apresentado oficialmente na tarde desta quarta-feira (25), no CT da Graciosa, ao lado do presidente Samir Namur e do executivo de futebol, Rodrigo Pastana, elogiou o elenco coxa-branca e acredita no acesso à elite do futebol brasileiro do ano que vem.

“Dirigir um clube da história do Coritiba é mais um desafio na minha vida. Já tive muitos desafios, não só no futebol. Faltam 15 jogos, não é fácil. Eu joguei contra esse time (pela Ponte Preta) e sei o quanto é difícil e o quanto é importante a união entre diretoria, comissão, jogadores e torcida. Vi o peso dessa torcida no primeiro jogo da Série B. Temos elenco para subir, com jogadores experientes e mais jovens de qualidade e velocidade. Estou muito confiante. Acredito que esse casamento da minha vinda, da história que esse clube tem, e a trajetória que tenho como atleta e treinador, gere algo muito positivo para o Coritiba. Fazer dele um time de primeira divisão novamente é o maior desafio e o objetivo nesse ano”, afirmou Jorginho.

Contestado recentemente pelo torcedor no protesto realizado na última segunda-feira (23), no Couto Pereira, Samir Namur não tem dúvidas de que o treinador é o nome ideal para levar o Alviverde de volta à primeira divisão. Para ele, fatores importantes que agregam o currículo do novo comandante do Coritiba foram fundamentais para a escolha rápida.

Jorginho foi apresentado ao lado de Rodrigo Pastana e Samir Namur e destacou força do elenco do Coxa. Foto: Felipe Rosa
Jorginho foi apresentado ao lado de Rodrigo Pastana e Samir Namur e destacou força do elenco do Coxa. Foto: Felipe Rosa

“Essa convicção passa por uma série de fatores. São fatores que ponderamos e tomamos a decisão rapidamente. O momento pedia uma resposta e uma decisão rápida. É um técnico que tem um grande currículo, tem um acesso em um clube grande, títulos nos clubes que passou e também a experiência de 16 anos como treinador. Ele já passou momentos semelhantes a esse. É um profissional que tem um perfil motivacional muito forte e isso é importante para os atletas nesse momento. Além disso, ele tem todo o aparato técnico para não fugir do padrão propositivo de jogo e para retomar a qualidade de jogo que o Coritiba já atingiu nesse campeonato”, reforçou o presidente.

+ Confira a classificação completa da Série B!

A estreia será neste sábado (28), diante do América-MG, às 16h30, no Couto Pereira. Jorginho assume o Coxa depois de quase um mês da sua demissão da Macaca. O treinador elogiou a estrutura do Coritiba e destacou a importância de conseguir o acesso à primeira divisão.

“Foi a primeira vez que saí de um clube e em menos de um mês assumi outro. Sempre procuro ter um tempo para estudar e refletir. Por onde passei, tirando o Flamengo, é o clube com maior estrutura. Estamos trabalhando para que possamos colher os frutos no futuro. Conseguir o acesso é fundamental. As coisas melhoram, o salário melhora, o ambiente é melhor, fica mais leve e você sorri mais”, finalizou Jorginho.

Leia mais:

+ Torcedor do Coxa, auxiliar de Jorginho retorna ao clube
+ Jorginho assume de olho no fim da oscilação do Coritiba