Aquela velha frase de que jogador gosta de jogar e não de treinar, não se encaixa muito no Coritiba. Isto porque, este período sem futebol foi aprovado pelos atletas. Para o zagueiro Emerson, é a chance de todos trabalharem a parte física e também de corrigir os erros que resultaram nas duas derrotas no Campeonato Brasileiro. “É muito importante estes dias. Desde a pré-temporada, é o único espaço que temos para treinar a parte física. É bom para o grupo. Podemos trabalhar a parte física, algo que não tínhamos tempo para ajustar, e depois trabalhar com o professor para corrigirmos os nossos erros”, avaliou.

Outro que não se queixou de ficar só realizando atividades físicas e treinamentos táticos foi o volante Sérgio Manoel. De acordo com o jogador, é preciso aproveitar raros momentos como este no calendário brasileiro. “Só tem coisas positivas. É uma semana cheia para o grupo aprimorar a parte física e técnica e dando continuidade aos trabalhos. A partir de agora será difícil ter uma semana cheia para trabalhar e temos que aproveitar”, apontou.

Além disso, Sérgio Manoel tem um diferencial em relação a alguns companheiros. Enquanto o Coxa teve apenas 15 dias de pré-temporada no início do ano, o volante teve mais tempo com o Mirassol. “Fiz uma pré-temporada longa antes do Paulistão”, confirmou.

Porém, as atividades físicas – foco principal desde a reapresentação do elenco, na terça-feira passada -, ficam em segundo plano a partir de hoje, quando o técnico Marcelo Oliveira inicia as atividades técnicas e táticas, promovendo o reencontro dos jogadores com a bola.