O técnico Pachequinho terá um importante reforço para o duelo de quarta-feira, diante do Goiás, às 19h30, no Serra Dourada. O atacante Henrique Almeida, punido na quarta-feira passada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com dois jogos de suspensão por causa da expulsão na derrota sofrida por 2×1 para o São Paulo, no Couto Pereira, no final do mês passado, conseguiu, através do departamento jurídico do clube, um efeito suspensivo e está à disposição para enfrentar o alviverde goiano. No entanto, ele será julgado novamente, desta vez pelo Pleno do STJD.

Desfalque

Assim, no ataque, o único desfalque será Kléber, que recebeu diante do Corinthians o terceiro cartão amarelo. Desta forma, se mantiver o esquema com três atacantes, o técnico Pachequinho tem algumas alternativas para escolher o companheiro de Henrique Almeida e Negueba.

Os atacantes Rafhael Lucas e Guilherme Parede são as principais opções para a partida no Serra Dourada.

Meio 

Entretanto, se quiser desmanchar a trinca ofensiva, Pachequinho pode colocar mais um homem no meio ao lado de Juan. Thiago Lopes, que entrou bem diante do Corinthians, tem conversado constantemente com o treinador em separado nos treinamentos e pode ser opção.

Nova Arma

Enfrentar o Goiás no Serra Dourada pode ser uma vantagem para o Coritiba a esta altura da briga contra o rebaixamento. Jogar fora de casa contra os concorrentes diretos na luta para se manter na elite vem sendo favorável até aqui. Em oito jogos que o Coxa fez contra essas equipes, somou dez pontos (47% de aproveitamento), sendo que sete foram longe do Couto Pereira, nas vitórias sobre Avaí e Vasco e no empate com o Figueirense. Diante do povo lá de baixo, o Alviverde só perdeu para o Joinville fora do Couto.

Com a 15ª melhor campanha fora de casa do Brasileiro, o Coritiba já ganhou do Flamengo, que vinha em uma boa fase, e fez um jogo duro contra o virtual campeão Corinthians. “Esse jogo contra o Corinthians, como o jogo com o Flamengo, é um espelho para que a gente possa ver, rever, e repetir várias vezes contra adversários diretos, como o Goiás”, lembrou o meia Thiago Lopes.

Esperançar! Leia mais do Coxa na coluna do Massa!

Paraná Online no Facebook