A classificação do Coritiba para a 3.ª fase da Copa do Brasil, em muito dependerá do meio-campo Alex. Ao longo da temporada, ele tem sido decisivo, e se estiver em noite inspirada as chances de o Coxa reverter a vantagem do Nacional-AM (4 x 1) aumentam consideravelmente. Para esta partida, uma marca anima o principal jogador do elenco alviverde: ele pode chegar aos 400 gols na carreira. Só neste ano, ele já balançou as redes 15 vezes em 17 jogos, o que lhe valeu troféu de artilheiro do Campeonato Paranaense.

Porém, sobre a marca histórica, Alex afirma que não é a prioridade de hoje, e sim ajudar o Coritiba a obter a classificação.”Está chegando, mas não tenho pressa. Demorou 18 anos e vai acontecer”, disse. Quando retornou ao Coxa, no ano passado, o meio-campista contabilizava 384 gols. São raros os meio-campistas que conseguiram atingir quatro centenas de gols. Para se ter um parâmetro, o francês Zinedine Zidane tem no currículo somente 185 gols.

Se depender do retrospecto, Alex tem grandes chances de alcançar a marca hoje. Sua média nesta temporada é de quase um gol por rodada. Torcida para que chegue ao gol 400 não falta. Principalmente dentro do elenco alviverde. “É importantíssimo o retorno dele. O Alex é a referência do nosso time. É um jogador que fez dois gols na decisão (do Estadual). Então, não preciso nem falar muito. A gente sabe que na hora da decisão ele sempre aparece”, declarou o lateral-direito Victor Ferraz.