Sem vencer há três partidas e na zona do rebaixamento, o Coritiba enfrenta o Figueirense neste domingo (26), às 18h30, no Orlando Scarpelli, precisando se superar. Até aqui, o Coxa é o único time da Série A a não ter somado um ponto sequer fora de casa. Diante de uma equipe que está na metade da tabela, é a oportunidade ideal de acabar com esse jejum e, principalmente, recuperar os pontos perdidos no Couto Pereira nos empates com Palmeiras e Internacional.

“É uma equipe difícil, já fiz alguns jogos lá, eles tentam impor o ritmo, mas o campeonato está bem parelho este ano, independentemente de quem está em cima ou embaixo. Mesmo sendo fora de casa, temos que ir para lá buscar o resultado e voltar para cá com pontos. Não podemos voltar com derrota de jeito nenhum. Nos cobramos bastante e não podemos fugir dessa pressão”, destacou o zagueiro Luccas Claro.

Para conseguir estes pontos, o Coxa precisa corrigir as falhas defensivas. Neste jejum de três rodadas sem ganhar, o Alviverde sofreu sete gols – tendo a pior defesa da competição -, sendo três deles por erro de marcação em cima do adversário.

“A equipe tem feito grandes jogos, mas tomado gols bobos por falta de atenção da nossa parte. Temos sofridos gols que o Pacheco já nos tinha alertado antes e temos que evitar isso, que está nos prejudicando no campeonato. Para o Coritiba voltar a vencer, as falhas têm que acabar”, completou o defensor.

Neste confronto em Florianópolis, o técnico Pachequinho terá ‘reforços’ para corrigir o sistema defensivo. O zagueiro Juninho e o volante João Paulo, que cumpriram suspensâo no empate em 1×1 com o Internacional, estão à disposição e devem recuperar a posição no time titular

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 11ª Rodada

FIGUEIRENSE X CORITIBA

Figueirense
Gatito Fernández; Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves e Marquinhos Pedroso; Jackson Caucaia, Elicarlos (Jocinei) e Bady; Rafael Moura (Dudu), Gustavo Ermel e Lins.
Técnico: Vinícius Eutrópio

Coritiba
Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho e Carlinhos; Edinho, João Paulo, Ruy e Juan; Felipe Amorim e Kleber.
Técnico: Pachequinho

Local: Orlando Scarpelli (Florianópolis-SC)
Horário: 18h30
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)