Após um primeiro turno decepcionante, o Coritiba estreia no returno do Brasileiro hoje, tentando iniciar uma arrancada, que o afaste da zona de rebaixamento. O adversário é o Internacional, em jogo que começa às 19h30, no Couto Pereira, pela 20.ª rodada do campeonato. O time gaúcho também não vive um bom momento e tenta quebrar um jejum de três jogos sem vencer na competição.

Para o Coxa, uma vitória é considerada fundamental, não só para melhorar sua situação na tabela ( é o 15.º colocado, com 19 pontos), como também para apagar a péssima impressão deixada na derrota por 3 x 1, diante do lanterna Figueirense, domingo passado.

O técnico Marcelo Oliveira reconhece o momento delicado, mas confia na recuperação. “Temos consciência que esta pontuação é muito baixa, por aquilo que realizamos. E somos responsáveis por isso, porque também facilitamos algumas vezes. Nós temos que estar alertas e isto foi conversado com os jogadores. O Inter não é um adversário fácil, mas temos que exercer nosso poder aqui dentro do Couto Pereira”, disse.

Sob chuva, ontem, o treinador dirigiu um trabalho em campo reduzido, no Couto Pereira, e testou mudanças na equipe. As novidades foram o retorno do meia Lincoln, no lugar de Everton Ribeiro, que está suspenso e a entrada de Alex Santos, no ataque, para a saída de Anderson Aquino. O técnico também testou mudanças na defesa, já que não poderá mais contar com o lateral-esquerdo Lucas Mendes.

“Testei duas formações, uma com o Eltinho e outra o Luccas (Claro) pelo meio da zaga e o Escudero, que já jogou várias vezes pela lateral-esquerda. É apenas por precaução, o adversário vem com cinco jogadores altos e nós temos três para marcá-los. Eu gostei das duas formações”, disse.

O jogo terá um sabor especial para o meia Robinho, que veio do Avaí, mas começou no clube gaúcho. “Eu acho que esse é um dos jogos mais importantes do segundo turno. A gente terminou o primeiro turno mal, com uma derrota que a gente não esperava. Então a gente precisa vencer a qualquer custo”, comentou.