Com gols de Marcelinho Paraíba e Rômulo, o Coritiba venceu o Náutico por 2 a 0 na partida deste domingo, no estádio Couto Pereira. Com o resultado, o time Alviverde se mantem na 15º colocação, mas consegue o esperado: se afastar da zona de rebaixamento. O Timbu fica em 16º lugar e depende dos resultados do Santo André e Botafogo para não entrar na ZR.

Com o apoio da torcida, que compareceu em peso ao estádio, o Coxa começa a partida colocando pressão no Náutico, já que precisava da vitória. Mesmo criticado por alguns lances, Marcelinho Paraíba é quem tem a primeira chance de abrir o placar, aos 20 minutos: ele bate cruzado, Glédson espalma.

Aos 24 minutos, outra chance para o Coxa, quando Rômulo avança com perigo, dribla zagueiro, chega na área mas acaba batendo fraco demais e o goleiro defende com tranquilidade. Mas o Coritiba continua na ofensiva e marca o primeiro da partida aos 32 minutos: Rômulo recebe passe de Marcelinho Paraíba na frente do gol de Glédson e marca 1 a 0 para o verdão.

Já no início do segundo tempo, o Náutico leva um susto: aos 9 minutos, Asprilla faz falta em Leandro Donizete dentro da área e é pênalti para o Coxa. Marcelinho Paraíba vai pra cobrança, mas acaba chutando para fora do gol e desperdiça uma boa chance.

Depois do lance, o Náutico – que estava jogando principalmente na defensiva – começa a arriscar mais chutes a gol. Logo depois da cobrança de pênalti, Edson Bastos faz grande defesa de Márcio Borges, que estava livre dentro da área.

O Coxa ainda quase aumentou o placar em uma cobrança de falta de Marcelinho Paraíba, aos 33 minutos: ele mandou uma bomba que parou na trave, mas a bola quicou dentro do gol. O juiz Leonardo Gaciba não viu e não marcou.

Já quase no final da partida, Marcelinho Paraíba não deixa barato e marca o segundo do Alviverde, aos 40 minutos. Depois de cruzamento de Thiago Gentil na ponta esquerda, ele fuzila de pé direito pro fundo da rede e garante a vitória do Coxa.

Na próxima rodada, o Coxa recebe em casa, no domingo, o Internacional. Já o Náutico receberá o São Paulo, quarta-feira, no Recife.