O Coritiba entrou em campo na noite deste domingo (30) precisando conquistar um ponto diante do Atlético Mineiro, jogando na Arena Independência, em Belo Horizonte, para se livrar de vez do risco do rebaixamento, e o time Coxa bateu o Galo por 2 a 1.

Mesmo com a conquista da Copa do Brasil no meio da semana diante do seu maior rival, o Atlético Mineiro entrou em campo hoje com seus principais titulares, recepcionado pela sua torcida, que lotou o estádio, e foi para cima do Coritiba.

Contudo, no primeiro ataque do time alviverde e, aliás, a única chance de gol que o time teve na etapa inicial, Carlinhos aproveitou um cruzamento que veio da direita e meteu de cabeça no contrapé de Victor.

O gol foi marcado aos cinco minutos e depois disso, só deu Galo. O time da casa desperdiçou diversas oportunidades, inclusive com gol anulado, se aproveitando do recuo do time alviverde, que se limitava a se defender, inclusive com o Joel ajudando na marcação pela direita.

Mas, mesmo com toda a pressão, o Galo não conseguiu furar o bloqueio imposto pelo Coritiba, que foi para o intervalo com a vantagem mínima. E no segundo tempo a história se manteve a mesma, com o Atlético Mineiro sufocando o Coritiba e desperdiçando chances de gol. Em determinados momento do jogo, o Galo colocava todos os jogadores, com exceção do goleiro Victor, no campo de defesa do time alviverde.

Já nos últimos 15 minutos, o Coritiba conseguiu se organizar melhor e equilibrou a partida e mostrando um excelente aproveitamento, a única chance que teve ampliou o placar. Um lindo lançamento de Alex, de primeira, para Leandro Almeida que apareceu livre, avançou e na saída de Victor bateu para vencer o goleiro do Galo.

O segundo gol do Coxa foi marcado aos 39 minutos, mas as emoções do jogo ainda não tinham acabado, pois cinco minutos depois do gol do Coxa, o Galo diminuiu com Pedro Botelho e o drama continuou, já que o árbitro determinou cinco minutos de acréscimo, mas o Coritiba segurou o ímpeto do Galo.

Fim de jogo e vitória alviverde, a segunda do time fora de casa no campeonato inteiro, e fim do sufoco, com o Coritiba se livrando do rebaixamento, e na última rodada recebe o Bahia, ainda lutando para escapar da queda para a Segundona, no Couto Pereira, no jogo que pode marcar a despedida de Alex dos gramados.