O Coritiba precisava vencer o Figueirense, adversário direto na luta para escapar da zona do rebaixamento, mas as duas equipes mostraram porque estão na parte baixa da tabela de classificação. Mostrando um futebol fraco e sem criatividade, empataram por 1 a 1, neste sábado, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado manteve o Coritiba na zona de rebaixamento – em 17.º lugar, com 34 pontos – e o Figueirense permaneceu em 15.º, com 36.

O técnico Ney Franco entrou com uma equipe modificada, mais ofensiva em relação à que perdeu para o São Paulo, mas abriu mão de um marcador no meio de campo e depois de sair na frente, aos 24 minutos, com Juan, após uma trapalhada de Juninho, que tocou para seu próprio gol e obrigou o goleiro Alex Muralha a jogar a bola nos pés de Juan, deu espaço para os catarinenses crescerem no jogo.

O Figueirense foi ganhando espaço e aos 39 minutos chegou ao empate com Yago, que aproveitou uma rebatida da defesa e contou com a sorte, quando a bola ainda desviou em Esquerdinha e tirou o goleiro Wilson da jogada.

Na segunda etapa, Ney Franco ainda colocou em campo o meia Tiago Lopes e Guilherme Parede. O time ganhou um pouco mais de marcação e criação, mas esbarrou na boa defesa do Figueirense. No final da partida, os torcedores vaiaram a equipe e a pressão sobre o técnico do Coritiba deve aumentar ainda mais.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 x 1 FIGUEIRENSE

CORITIBA – Wilson; Leandro Silva (Rodrigo Ramos), Walisson Maia, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Cáceres (Guilherme Parede), Juan (Tiago Lopes) e Esquerdinha; Negueba e Kléber. Técnico: Ney Franco.

FIGUEIRENSE – Alex Muralha; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Juninho; Dener (Paulo Roberto), João Vítor, Carlos Alberto (Celsinho) e Yago (Rafael Bastos); Clayton e Dudu. Técnico: Hudson Coutinho.

GOLS – Juan, aos 24, e Yago, aos 39 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Tiago Lopes e Walisson Maia (Coritiba); Dener, Marquinhos e Thiago Heleno (Figueirense).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 94.270,00.

PÚBLICO – 6.196 pagantes.

LOCAL – Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).