O Coritiba, de forma precoce, está eliminado da Copa do Brasil. Mais uma vez perdendo muitos gols, o Verdão empatou com o Juventude em 2×2, na noite desta quinta-feira (19), no Estádio Couto Pereira e se despediu da competição nacional na segunda fase. O foco do Coxa está agora no duelo contra o Santos, domingo, às 11h, na Vila Balmiro.

Com o objetivo de marcar um gol logo no início do jogo, o Coritiba demorou apenas 8 minutos para abrir o placar. Ruy fez a jogada, lançou Gonzalez nas costas da defesa do Juventude e o meia venezuelano foi derrubado dentro da área pelo goleiro Douglas Silva.

Na cobrança da penalidade, Kléber bateu bem e abriu o caminho da vitória coxa-branca. O time alviverde continuou em cima. Aos 13, Gonzalez fez boa jogada, Vinicius cruzou para Ruy, mas o meia, livre na entrada da área, bateu por cima. 

O Juventude, durante todo o primeiro tempo, buscou explorar apenas os erros cometidos pelo Coritiba. E foi assim que o time gaúcho assustou aos 14 minutos. Na saída de bola errada do Verdão, Wallacer chutou de fora e Wilson quase falhou. Melhor em campo e sempre perigoso nas jogadas pela direita criadas por Dodô, o Coxa quase ampliou aos 25 minutos. Depois do cruzamento de Ruy, a defesa do time gaúcho afastou mal e Alan Santos, livre na área, chutou para fora. 

Bastante ofensivo, o Coxa bateu cabeça seguidas vezes na defesa. Aos 29, depois de outro erro na saída de bola, Felipe Lima chutou da entrada da área e Wilson fez boa defesa. A resposta do Verdão veio cinco minutos depois. Gonzalez fez outra boa jogada, serviu Vinicius, mas o camisa 8, na cara do gol, chutou fraco. Nos dez minutos finais, o Juventude conseguiu equilibrar a partida. Assim, a pressão mudou de lado e o time de Caxias do Sul quase empatou aos 47 minutos. Depois do cruzamento, a zaga alviverde afastou mal e Wallacer, de primeira, quase acertou o ângulo de Wilson. 

Com a marcação mais ajustada, o Juventude voltou do intervalo com outra postura e passou a jogar mais perto da área do Coritiba. Mas depois dos dez primeiros minutos de domínio do time gaúcho, o Coxa retomou o controle da partida e quase ampliou aos 15 minutos. De falta, Ruy buscou o ângulo e o goleiro Douglas Silva fez grande defesa. Cinco minutos depois, boa jogada de Leandro, Kléber ajeitou para Ruy, que mandou no ângulo e o goleiro do time gaúcho fez outra grande defesa. 

A pressão do Coritiba em busca do segundo gol era cada vez mais forte. Aos 28, depois da cobrança de escanteio, Gonzalez tentou de cabeça e Douglas Silva fez outra grande defesa. O castigo para o Verdão por ter perdido tantos gols veio aos 30 minutos. Vidal fez a jogada pela direita e Roberson apareceu no meio da defesa para empatar a partida. 

O gol foi um balde de água fria sobre o Coritiba, que precisava, para se classificar, marcar dois gols. Mais nervoso e com um time recheado de atacantes, o Coxa foi para o ataque mais na base da superação do que na técnica. Aos 38, Leandro fez a jogada, Ortega tentou e Carlinhos quase chegou. A pressão continuou e, aos 45, Alan Santos chutou da entrada da área e fez o segundo. O Coritiba, então, foi com tudo para o ataque e deu espaços. Aos 49,o Juventude empatou com Sananduva e decretou a eliminação do time alviverde da Copa do Brasil. 

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL
2ª Fase – Jogo de volta

Coritiba 2×2 Juventude

Local: Estádio Couto Pereira – Curitiba (PR)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Gols: Kléber, 8 do 1º; Roberson, 30, Alan Santos, 45 do 2º
Cartões amarelos: Roberson, Heverton, Douglas Silva (JUV); Alan Santos, Negueba (COR)
Público pagante: 6.371
P&uacut,e;blico total: 6.688
Renda: R$ 138.335,00

Coritiba
Wilson; Dodô, Rafael Marques, Juninho e Carlinhos; João Paulo, Alan Santos, Ruy (Negueba) e Gonzalez (Ortega); Vinicius (Leandro) e Kléber.
Técnico: Gilson Kleina

Juventude
Douglas Silva; Vidal, Klaus, Heverton e Pará; Wanderson, Lucas, Felipe Lima (Sananduva) e Wallacer (Negueti); Bruno Ribeiro (Itaqui) e
Roberson
Técnico: Antonio Carlos Zago