Se o Avaí conseguiu, por que o Coritiba não pode conseguir? Esse é o pensamento do Alviverde para esse confronto contra o Atlético/MG às 18h30 no Mineirão. Próximo da zona do rebaixamento, o Coxa quer seguir os passos do adversário catarinense para também voltar a sorrir no Brasileirão.

O time não vence há quatro jogos e está em situação delicada após três empates e uma derrota. Por isso, contra o Galo, todos querem recuperar os pontos perdidos no Couto Pereira. Para tanto, Marcelinho Paraíba, Leandro Donizete, Márcio Gabriel e Edson Bastos serão as novidades na equipe.

“É uma partida que, se a gente vencer, ganha bastante moral. Um exemplo disso é o Avaí, que teve cinco vitórias consecutivas e deu um salto bem grande na competição. O nosso objetivo é esse também e nada mais justo do que chegar lá e tentar vencer, acreditar”, aponta o zagueiro Jeci.

O volante Jailton pensa da mesma maneira. “Apesar de muitos colocarem o Atlético como favorito, até mesmo pela campanha deles no campeonato, eu confio totalmente no Coritiba. Nossa equipe vem fazendo bons jogos, mas, infelizmente, não está transformando isso em vitórias”, avalia.

Para o volante, as vitórias vão chegar. “Provamos isso contra o Botafogo. Nunca desistimos, fomos coroados com o empate aos 45 minutos e acertamos a trave no último lance do jogo. Vivemos um momento delicado na competição e, por isso mesmo, temos que vencer o Atlético para acabar com a incômoda sequência de falta de vitórias”, aponta Jailton.

Por isso, Jeci comemora o retorno do MP9. “O Marcelinho é um cara que chama o nosso jogo, comanda a equipe dentro de campo. Ele tem uma pegada forte no meio de campo e é um jogador que vai nos ajudar bastante”, elogia o defensor.

Além de Marcelinho, René tem de volta o volante Leandro Donizete. Os dois cumpriram suspensão automática e retornam naturalmente ao time.

Saem Douglas Silva e Renatinho e o 4-4-2 vira 3-5-2. Com isso, Carlinhos Paraíba volta para a ala-esquerda.

“Eu sempre monto a equipe de acordo com o que eu tenho. Se tenho dois laterais, eu posso jogar de um jeito, não adianta você inventar”, avisa o treinador.

Assim, Márcio Gabriel ganhou o lugar de Rodrigo Heffner enquanto Edson Bastos entra na vaga do lesionado Vanderlei. No banco, Pereira reaparece e volta a ser opção.