Em crise, na lanterna do Brasileiro, há 13 rodadas na zona de rebaixamento e há um mês e meio sem saber o que é vencer, o Coritiba mais uma vez foi derrotado na noite de sábado (8). Desta vez o carrasco foi o Santos, que venceu por 3 a 0, com imensa superioridade.

O resultado que aumentou a pressão sobre o técnico Ney Franco, que só ganhou um dos 12 jogos no comando do Alviverde.

O treinador até tentou inovar no time coxa-branca para evitar mais uma derrota fora de casa. O Coritiba começou a partida com três atacantes, Rafhael Lucas, Evandro e o estreante Henrique Almeida. Outro que fez o seu primeiro jogo foi Rafael Marques, com o zagueiro Juninho improvisado na lateral-esquerda.

Não funcionou já no primeiro tempo. Com um jogador a menos no meio de campo, o Coxa sofreu com a pressão dos donos da casa, Os gols saíram justamente pela direita, onde estava o zagueiro improvisado. Aos 19 minutos Geuvânio abriu o placar e, aos 43, Ivan não conseguiu cortar o cruzamento e marcou contra.

Na etapa final, Juan, Thiago Galhardo e Fabrício entraram em campo. O esquema mudou, mas o futebol do Coxa não. O Santos marcou o terceiro, dessa vez de Ricardo Oliveira, com uma facilidade digna de treino.

Agora o Coxa está a seis pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento. Dependendo dos resultados desse domingo, essa diferença pode aumentar para oito. Resultado de um time que só venceu duas partidas em 17 desse Brasileiro.

Craque

Geuvânio

Infernizou a defesa do Coxa enquanto ficou em campo, fez um gol e deu uma assistência.

Bonde

Juninho

Falhou na marcação dos dois primeiros gols, o que comprometeu qualquer reação coxa-branca.

Guerreiro

Lucas Lima

Colocou técnica e velocidade no jogo.

Chave do jogo

O esquema alviverde com três atacantes não funcionou e o Coritiba foi presa fácil para o Santos, que ao natural e na base do toque de bola chegou aos gols e construiu o placar favorável.

Os gols

1 x 0 – 19 min do 1º tempo: Geuvânio faz boa jogada pela direita e chuta no canto esquerdo do goleiro Wilson.

2 x 0 – 43 min do 1º tempo: Nova jogada pela direita, Gabriel toca para Lucas Lima, que cruza. Ivan acaba marcando contra.

3 x 0- 14 min do 2º tempo: Geuvânio cruza da direita e Ricardo Oliveira, com facilidade, toca para o fundo da rede.

Próximas partidas

Coritiba: Palmeiras (casa), Vasco (fora), Grêmio (casa – Copa do Brasil)

Santos: Vasco (casa), Atlético-PR (fora), Corinthians (casa – Copa do Brasil)

Paraná Online no Facebook