O meia Giovanni pode ter feito, diante do Bragantino, na noite de quinta-feira, fora de casa, seu último jogo com a camisa do Coritiba. O camisa 10 alviverde negocia seu retorno ao Goiás, clube que defendeu na última temporada e se deu bem na campanha do acesso da equipe goiana à primeira divisão. Se prevalecer a vontade do jogador, o Coxa terá que buscar um novo armador para a sequência da temporada.

Questionado após a partida sobre a possível transferência, Giovanni despistou, mas segundo seu empresário, Ricardo Scheidt, a vontade do atleta é de voltar a defender o Goiás neste ano. Mas a decisão não depende apenas do jogador e sim do Coritiba, que quer a permanência do camisa 10. “Fiquei sabendo hoje (ontem). Conversei com o meu empresário e disse pra ele que não queria saber de nada, pois nossa equipe estava concentrada para o jogo. Eu tenho muito respeito pelo Coritiba e não parei para pensar nisso. Vamos ver o que é melhor para mim e para o Coritiba e a partir de amanhã (hoje) devemos conversar”, despistou Giovanni.

+ Leia mais: Umberto Louzer ressalta jogos do Coritiba como visitante na Série B

Na imprensa de Goiânia, a volta de Giovanni ao Goiás é dada como certa. A informação, inclusive, é de que o camisa 10 iria rescindir seu contrato com o Verdão ainda nesta sexta-feira. No entanto, o elenco alviverde ainda está em Atibaia, interior de São Paulo, e vai chegar em Curitiba somente no início da noite.

+ Confira a classificação completa da Série B!

Para liberar Giovanni, o Coritiba estaria pedindo algum jogador em troca e mais uma compensação financeira. Rodrigo Pastana teria solicitado o meia Renatinho, que já trabalhou com o dirigente em 2017, no Paraná, e foi peça importante na conquista do acesso à primeira divisão. No entanto, o Goiás não aceitaria liberar o ex-armador paranista e teria colocado à disposição o meia-atacante Marcinho, que defendeu o Athletico no ano passado, na negociação. Até mesmo o zagueiro Rafael Vaz poderia ser envolvido na transação. A definição deve acontecer nas próximas horas.