O Coritiba começa a decidir a Copa do Brasil amanhã contra o Vasco, mas será na semana que vem que acontecerá um novo marco para o futebol do clube. Pela primeira vez, uma competição nacional será decidida efetivamente no Couto Pereira.

Maior campeão do Paraná, o Alviverde ostenta no currículo um título do Brasileiro, duas Séries B e um Torneio do Povo, mas todos conquistados longe do Alto da Glória. Por isso, dia 8 de junho, o torcedor terá a possibilidade de presenciar em massa o time ser campeão nacional pela primeira vez em casa.

O clube conta também em sua lista de títulos nacionais o troféu do Festival Brasileiro do Futebol, decidido no Couto, mas de caráter amistoso e que envolveu equipes eliminadas da Série de 1997.

Para valer mesmo, nenhuma vez o Alto da Glória foi palco de uma final desta envergadura. Por isso, a bolinha do sorteio na CBF na semana passada deu essa chance inédita ao Coritiba de decidir em casa.

Comemorações anteriores até poderiam ter ocorrido, mas por destino foram conquistadas fora do Couto. Em 1973, o Coxa mostrou seu cartão de visitas ao país vencendo o Torneio do Povo.

Disputado pelas principais equipes brasileiras, o Coritiba desbancou Corinthians, Flamengo, Bahia, Atlético-MG e Internacional e sagrou-se campeão. A partida decisiva aconteceu na Fonte Nova, em Salvador. Um empate contra os donos da casa valeu a taça.

Em 1985, o regulamento favoreceu o Bangu e novamente o Alviverde teve que lutar sem contar com a maior parte da torcida. O time carioca fez melhor campanha e decidiu no Maracanã. Nos pênaltis, o Coxa faturou o título.

Longe de casa também vieram os troféus da Série B, em 2007 e 2010. Em ambas as competição por pontos corridos havia a possibilidade de consagração em casa, mas a bola caprichosamente fez o Coritiba festejar no Nordeste.