Os meninos do Coritiba estão fazendo bonito. Nesta terça-feira (3), o time sub-20 alviverde venceu o São Paulo por 2×0 na Arena Barueri e garantiu pela primeira vez a classificação para a final do Campeonato Brasileiro da categoria. O Coxa saberá nesta quarta (4) seu adversário – Atlético ou Cruzeiro, que se enfrentam às 19h15 na Arena da Baixada.

O Coritiba começou a partida se protegendo. Sabendo que o São Paulo partiria para cima, Sandro Forner armou a equipe com três zagueiros – Fernando Dinis, Romércio e Thalisson Kelven. O primeiro é considerado a grande “joia” da base alviverde, e os dois últimos já com experiência no time profissional. Avançando a equipe, o tricolor paulista poderia dar espaços para os alas Marcos Moser e Léo Andrade.

E em chegadas esporádicas, o Coxa levava perigo. A primeira chance real de gol foi aos 14 minutos, num chute forte de Gustavo Mosquito que foi muito bem defendido por Lucas Paes. Apenas sete minutos mais tarde o São Paulo ameaçou pra valer com Caíque, o artilheiro da equipe no Brasileiro. Até então, os visitantes conseguiam controlar bem a pressão paulista, graças a um esquema de marcação bem arrumado.

Mosquito era o melhor em campo. Aos 29, saiu driblando em velocidade desde o meio-campo, e só não marcou porque o goleiro são-paulino fez uma ótima defesa. Mas pouco depois foi Arthur que salvou o Coritiba no arremate de Paulinho Bóia. Já aos 40 minutos, Gabriel Novaes ficou livre dentro da área, mas chutou por cima.

E se a defesa alviverde estava reforçada, o gol teria que sair com eles. Aos 42, Romércio chegou a pedalar antes de cruzar. Léo Andrade desviou de calcanhar e Thalisson Kelven apareceu sem marcação na segunda trave para abrir o placar. Em vantagem, e a partir do gol podendo até sofrer o empate, o Coxa ainda pressionou antes do final do primeiro tempo, no chute de Matheus Bueno que Lucas Paes defendeu.

E o ritmo se manteve na etapa final. Logo na primeira jogada, Léo Andrade cruzou e Índio ficou a centímetros de marcar. Mas era o São Paulo que partia para a pressão, tentando empatar rapidamente a partida. A opção, mesmo com os três zagueiros alviverdes, era de jogar a bola na área. Numa dessas jogadas, a bola ficou viva na área e Igor perdeu ótima oportunidade.

Sob pressão, o Coritiba tinha a arma do contra-ataque. E quase resolveu o jogo aos 20 minutos, quando Mosquito rolou para Júlio Rusch, que mandou por cima. Só que nem foi preciso esperar muito. Aos 23, o próprio Mosquito arrancou pela esquerda e deslocou Lucas Paes – contando com o desvio no pé de Rony. A partir daí, o Coxa apenas administrou o resultado até garantir a classificação para a final

Ficha técnica

BRASILEIRO SUB-20
Semifinal – Jogo de volta

SÃO PAULO 0x2 CORITIBA

São Paulo
Lucas Paes; Walce (Belão), Rony, Rodrigo (Matheus Lú) e Gabriel Sara; Cássio (Paulinho), Liziero (Tom) e Igor; Paulinho Bóia (Marquinhos), Caíque e Gabriel Novaes (Toró).
Técnico: André Jardine

Coritiba
Arthur; Fernando Dinis, Romércio e Thalisson Kelven; Marcos Moser (Vinícius Araújo), Júlio Rusch, Vítor Carvalho, Matheus Bueno (Romeu) e Léo Andrade; Gustavo Mosquito (Fernandinho) e Índio (Pablo).
Técnico: Sandro Forner

Local: Arena Barueri (Barueri-SP)
Árbitro: Rodrigo Gomes Paes Domingues (SP)
Assistentes: Fabrício Porfírio de Souza (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Gols: Thalisson Kelven 42 do 1º e Gustavo Mosquito 23 do 2º
Cartão amarelo: Rony (SP)