enkontra.com
Fechar busca

Coritiba

Coritiba

Coritiba

No limite

Coritiba empata com o Operário e se classifica no Paranaense

Coxa saiu na frente, levou a virada, mas arrancou o 2×2 e avançou na Taça Barcímio Sicupira. Fantasma também se garantiu

  • Por Juliana Fontes
Rodrigão estreou com gol pelo Coritiba, mas duelo acabou empatado e bom para os dois lados. Foto: Josué Teixeira

Em um jogo eletrizante com direito a reviravolta na tabela de classificação, mas que acabou empatado, o Coritiba garantiu sua vaga para a semifinal da Taça Barcímio Sicupira, o primeiro turno do Campeonato Paranaense. Mesmo com o placar de 2×2 diante do Operário, neste domingo (10), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, o Verdão abocanhou a segunda vaga do Grupo B para a fase eliminatória, que será decidida em um único jogo no próximo domingo (17), contra o FC Cascavel.

Com o resultado, o Fantasma também avançou para a semifinal, ficando em segundo no Grupo A, atrás do Toledo, seu adversário. A vantagem do mando de campo é do time que terminou na liderança, portanto as decisões serão na casa de Toledo e Cascavel.

Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Ainda sem ter a classificação garantida, o Coritiba começou indo pra cima e saiu na frente, aos nove minutos da primeira etapa, com gol do estreante Rodrigão. A vitória garantiria a liderança do grupo e o direito de jogar em casa a semi. Porém, o Fantasma correu atrás do prejuízo.

Chicão, aos 35 e Schumacher, aos 51 também da primeira etapa, decretaram a virada. O segundo tempo mal começou e o Verdão correu atrás do prejuízo, com Sabino marcando aos oito minutos, deixando tudo igual. Os dois gols do Coxa saíram dos pés de atletas que não tinham marcado antes com a camisa alviverde.

Em homenagem ao ex-goleiro Jairo Nascimento, que faleceu na semana passada, Wilson entrou em campo com a camisa que levava o número 46, o ano de nascimento do “Pantera Negra”.

Quando a bola rolou, ficou claro que os dois times entraram em campo dispostos a buscar o jogo, mas não demorou para que o Coxa abrisse vantagem no placar e deixasse o Operário em alerta. O atacante Rodrigão, que fazia sua estreia com a camisa do Alviverde, mandou para o fundo das redes. A jogada teve início na cobrança rápida de lateral de Fabiano, que foi ágil e mandou para Iago Dias, que, no lado esquerdo, cruzou rasteiro para o camisa 9, de frente para o gol, mandar para o fundo das redes.

Duelo no Germano Krüger foi bem disputado. Foto Josué Teixeira

Duelo no Germano Krüger foi bem disputado. Foto Josué Teixeira

Após marcar, o Coxa não conseguiu representar mais perigo aos donos da casa e o Fantasma cresceu na partida. O empate veio aos 35. Depois de uma jogada bem construída, a bola chegou para Allan Vieira, na esquerda, que rolou para Chicão. O volante bateu de primeira, no alto da meta do goleiro Wilson, e deixou tudo igualado.

Aos 46, faltou muito pouco para que o Operário não virasse a partida. Wilson falhou feio na saída do gol e a bola sobrou para Rafinha, que, com categoria, driblou o goleiro, chutou rasteiro, mas a bola bateu na trave.

Confira a classificação completa do Campeonato Paranaense

Mas com tanta vontade não demorou a acontecer o segundo gol. Aos 51, Pedrinho recebeu e lançou uma bola aérea para Schumacher, que tocou por cima, encobrindo Wilson. Ainda que a primeira metade do duelo tenha terminado com o Fantasma na frente, nada estava definido.

O segundo tempo começou agitado, com o Coritiba querendo correr atrás do prejuízo. Aos oito minutos, Sabino aproveitou o rebote e fez o segundo do Verdão. Após a falta cobrada por Giovanni, a bola bateu na trave e sobrou para o zagueiro, que empurrou para as redes.

Apesar de as duas equipes buscarem o gol do desempate, o placar acabou ficando igualado. À media que o tempo foi passando, a tensão também foi aumentando, uma vez que sofrer um gol poderia custar a sequência na competição. Por isso, o duelo ficou marcado pelo alto número de faltas. Mesmo assim, o resultado foi de bom tamanho para as duas equipes, pois cada uma acabou ficando em segundo em seu grupo, se classificando para a próxima fase.

FICHA TÉCNICA

Campeonato Paranaense
Taça Barcímio Sicupira – 6ª rodada

Operário 2×2 Coritiba

Operário
Simão; Danilo Baia, Alisson, Sossa e Alan Vieira (Peixoto); Chicão, Índio, Dione e Pedrinho (Lucas Batatinha); Rafinha (Xuxa) e Schumacher.
Técnico: Gerson Gusmão

Coritiba
Wilson; Sávio (Geovane), Alan Costa, Sabino e Fabiano; Vitor Carvalho, João Vitor, Giovanni (Juan Alano) e Kady (Nathan); Iago Dias e Rodrigão.
Técnico: Argel Fucks

Local: Estádio Germano Krüger (Ponta Grossa)
Árbitro: Adriano Milczvski
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Rafael Trombeta
Gols: Rodrigão, 9, Chicão, 35, e Schumacher, 51 do 1º; Sabino, 8 do 2º
Cartões amarelos: Dione, Sosa, Chicão, Alisson, (OPE); Giovanni, Fabiano, Alan Costa (COR)
Público pagante: 5.534
Público total: 5.964
Renda: R$ 155.010,00

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

10 Comentários em "Coritiba empata com o Operário e se classifica no Paranaense"


Alto De Tantas Glórias
Alto De Tantas Glórias
6 meses 13 dias atrás

Digo e repito, Argel não sabe organizar um ataque, não temos uma triangulação, jogada de ultrapassagem, não temos uma jogada vertical nada! Com esse elenco sobe, com esse formato de jogo não sobe!

Márcio Lisbôa
Márcio Lisbôa
6 meses 13 dias atrás

Timinho do Samir. Isso não nos representa.

Cid Pest
Cid Pest
6 meses 13 dias atrás

Perna de pau

Cid Pest
Cid Pest
6 meses 13 dias atrás

Este Chicão do Operário além de um grande perna de pai é exímio “cotoveleiro” tomara que ache alguém que o faça provar deste seu ato irresponsável.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas