O nome do novo técnico do Coritiba para a próxima temporada só deverá ser anunciado após o confronto com o Figueirense, sábado, no Couto Pereira. A informação foi confirmada pelo vice-presidente do clube, Vilson Ribeiro de Andrade, em entrevista ao blog da jornalista Nadja Mauad.

Com a saída de Ney Franco, que irá coordenar as categorias de base da seleção brasileira, a partir do ano que vem, o dirigente já descartou dois nomes que vinham sendo especulados. Adílson Batista, ex-Corinthians, teria um salário fora dos padrões do Alviverde, e Silas, ex-Flamengo, não se enquadraria aos planos do clube.

Os nomes de ex-técnicos do Paraná Clube também interessariam ao Coxa. Casos de Marcelo Oliveira e Caio Júnior. Porém, a inexperiência do primeiro e o alto salário do segundo seriam os principais empecilhos.

“Estamos discutindo três nomes, por isso ainda vamos ouvir o Ney, o Felipe [Ximenes], porque o treinador tem que ter algumas características. Quero deixar claro antes do jogo contra o Figueirense não vamos anunciar com certeza”, concluiu Andrade.