Após a derrota no sábado para o Flamengo, o Coritiba já admite rever o planejamento e pensar mais modestamente no Campeonato Brasileiro. Distante da zona de classificação para a Copa Libertadores, o Alviverde deve se concentrar em fazer uma campanha consistente para não ser ameaçado pela zona do rebaixamento e ainda se garantir na Sul-Americana do ano que vem.

A expectativa em cima da equipe que venceu 24 jogos seguidos e foi vice-campeã da Copa do Brasil no primeiro semestre não está se concretizando até aqui na Série A e vem frustrando a torcida.

“Perdendo oportunidades de ganhar jogos e pontuar como estamos, cada vez fica mais difícil, embora tenha um longo campeonato pela frente”, avalia o técnico Marcelo Oliveira.

Para ele, o futebol apresentado pelo Coxa é para sonhar alto, mas os resultados não estão colaborando. “O objetivo é sempre o maior e principalmente produzindo bem. Reparem os times que vão enfrentar o Flamengo e o que vai acontecer. O Coritiba jogou de igual para igual o tempo todo e pensando em Libertadores. Quando vem aqui (no Engenhão), vem para tentar ganhar o jogo”, aponta.

Por isso Marcelo rechaça, com veemência, comentários que esteja sempre lançando mão do mesmo discurso de que “jogamos bem, mas perdemos ou só empatamos”.

“O discurso é que eu analiso o jogo e eu analiso o jogo da forma como eu vejo. O torcedor está indo ao campo, está nos apoiando com palavras e reconhecimento do trabalho”, diz o treinador.

Para ele, não há discurso programado. “Eu falo o que eu vejo, os jogos são difíceis, você tem que jogar muito e o Coritiba não vai chegar e atropelar o Flamengo, assim como o Palmeiras também, mas fizemos jogos bons com possibilidade de fechar bem”, pondera.

Assim, para ele, depois de perder, qualquer resposta pode soar mal, porque o futebol permite várias interpretações. “Se o Coritiba mete mais um atacante num jogo difícil como esse e leva o gol o discurso seria de que botou um atacante no jogo que poderia segurar”, completa. Lamentações à parte, o Coritiba está com 40% de aproveitamento, tem gordura para se manter afastado da ZR, mas precisa voltar a pontuar.