Insatisfeito com o atual rumo do Coritiba, que vive o ano do centenário, mas já foi eliminado do Paranaense e da Copa do Brasil e faz péssima campanha no Brasileirão, o conselheiro vitalício Celso Moreira reprova a administração do clube e sugere alterações para não ver o time ir novamente para a Segundona.

Depois de ter apoiado a chapa do presidente Jair Cirino dos Santos, ele diz que foi abandonado pelos dirigentes alviverdes e pede uma nova união para colocar o Coxa novamente entre os grandes do País. Antes disso, porém, ele quer a contratação de reforços de grande nível e uma maior profissionalização do departamento de futebol.

Em entrevista ao Paraná Online, Moreira ainda cobra a reforma do estatuto, direito a voto dos sócios e estruturação do marketing e das finanças, promessas das eleições e que até agora não teriam sido cumpridas pela diretoria.

Paraná Online – Passada a desclassificação na Copa do Brasil e Paranaense, como você vê a campanha da equipe no ano do centenário? Onde o time pode chegar com o elenco atual?

Celso Moreira – Para o que foi prometido, montagem de um grande time que pudesse nos proporcionar pelo menos um título no ano do centenário, a campanha até aqui é vergonhosa. Mais uma vez trouxeram vários atletas sem o nível que se pretendia para fazermos uma campanha à altura das nossas tradições. Com o plantel atual, à exceção dos goleiros, dos Paraíbas (Marcelinho e Carlinhos) e de mais três a quatro atletas, com certeza o CFC não vai a lugar algum este ano.

A fragilidade já foi demonstrada no Paranaense de baixo nível técnico, onde conseguimos perder o título com derrotas humilhantes dentro de casa. Na Copa do Brasil chegamos à semifinal porque só pegamos times sem nenhuma expressão, exceto o Internacional. Valeu a vitória da empolgação no Couto, com a nossa maravilhosa nação coxa-branca cantando e empurrando a equipe, mas era um sonho maluco e precisaria de muita sorte, pois nosso time tem deficiências gritantes em todos os setores.

Voltamos à dura realidade do Brasileiro, onde estamos em penúltimo, e numa primeira análise dos jogos que teremos pela frente, até a 9.ª rodada, Flamengo (C), Náutico e Internacional (F), São Paulo (C), dificilmente deixaremos a zona de rebaixamento. Aí o desespero toma conta e para sair desta situação será muito mais difícil ainda. Entendo que a diretoria deveria trazer urgentemente dois a três atletas de altíssimo nível para diminuirmos este risco humilhante e vexatório que seria voltar à segunda divisão.

Com este time aí e já sabendo, que ainda jogadores dos poucos que se salvam podem ir embora, vamos ficar extremamente vulneráveis a trilhar este caminho triste. A torcida do Coritiba não merece isto.

Paraná Online – Você apoiou esses dirigentes, está satisfeito com a administração até aqui?

Moreira – Realmente, o Projeto Vencer com Respeito e Dignidade apresentado pela chapa dos atuais dirigentes por ocasião das eleições era, no papel, muito bom e a pedido do sr. Tico Fontoura, de última hora resolvi apoiar e com um grupo de amigos fomos decisivos para elegê-los. Entretanto, acompanhei as primeiras semanas após a posse, e ali percebi que infelizmente fui usado para ganharem aquela eleição tão concorrida.

Prometeram uma gestão democrática, aglutinadora, e não tiveram até agora nenhum interesse em contar com a colaboração de grandes coxas-brancas, só porque estavam em outras chapas naquela oportunidade. Na prática, até agora a maioria absoluta dos projetos na época apresentados, não saíram do papel, tais como: reforma estatutária, direito a voto a todos, os sócios com mais de um ano de contribuição, apresentação das contas (balancetes) dentro dos prazos previstos no estatuto, reforma, ampliação e modernização e/ou construção do novo estádio Couto Pereira, profissionalização do futebol, montagem de time competitivo, atração de grandes investidores/patrocinadores. Portanto, não posso estar nem um pouco satisfeito pela maneira amadora com que estão conduzindo o clube. Não foi o que prometeram. Na verdade estamos na primeira divisão com um time de segunda.

Paraná Online – Quais os problemas que você vê?

Moreira – Creio que o maior problema seja o mesmo que assolava a administração passada, ou seja, o excesso de vaidades, a arrogância, a falta de comprometimento com as promessas feitas, sobretudo a falta de humildade em reconhecer que não estão tendo sucesso, em especial no futebol, de onde parte tudo para que se viabilize outros projetos.

Esta mesma falta de humildade os impede de convidarem ex-presidentes e diretores, e mesmo outros grandes coxas que também têm conhecimento de causa nas diversas áreas, que não se furtariam em dar sugestões e colaborar para o engrandecimento do nosso clube.

Paraná Online – Onde poderia melhorar e a diretoria não tem se empenhado?

Moreira – Futebol – Infelizmente na atual diretoria ninguém tem conhecimento para ser diretor de futebol. O (Homero) Halila é comprometido e sério, mas não tem conhecimento e jogo de cintura para esta função, sua experiência é no patrimônio. – Jurídico – Invariavelmente perdemos a maioria das causas, sinal de que tem que ter um profissional com mais conhecimento também. -Marketing – No início agitaram muito, mas não vejo resultados expressivos, até porque depende muito do sucesso em campo para atrair investidores e patrocinadores. – Finanças – Esta talvez seja a área ainda sem muito o que fazer, pois assumiu compromissos de administrações passadas, mas com certeza sempre é possível gerir melhor. Eu não diria que a diretoria não tem se empenhado. Apenas já demonstrou que não tem conhecimento para administrar todas as áreas, principalmente a mais importante que é o futebol, e não admite, e não busca ajuda com aqueles que com certeza trariam a experiência necessária que falta.

Paraná Online – O que você sugere de melhorias para o clube?

Moreira –
Vou me ater ao futebol, pois sem o sucesso deste dentro de campo praticamente todos os outros projetos, à exceção da reforma estatutária, ficam prejudicados. Primeiramente ter um comandante com conhecimento e experiência, que não fique contratando atletas só por fitas de vídeo ou indicação do técnico, pois quando este vai embora, ficamos com os bondes aqui.

Um técnico não pode chegar aqui trazendo toda uma equipe como também tem acontecido. Aí não dá certo, ele sai e vai todo mundo junto, ou seja, tem que montar quase todo o comando de novo. Uma barbaridade! Além dos atletas que indicaram e que não deram resultado e também ficam aqui para o próximo treinador.

A avaliação de contratações é péssima! É a política do encher prateleira, que vem desde a administração passada, que também não tinha conhecimento nesta área e se negava a aceitar sugestões. Deveríamos adotar o sistema de elencos reduzidos, mas com jogadores de alto nível técnico, mesclados com pratas da casa. Esta é a formula do sucesso dos grandes times de chegada, como Internacional, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo e outros que também sempre estão em evidência.

Paraná Online – Se for solicitado, você voltaria a trabalhar na administração?

Moreira – Não só eu. Tenho certeza que grandes coxas-brancas jamais se furtariam em colaborar. Afinal todos querem o melhor para o nosso amado Coritiba. Mas para isto é indispensável que haja um despojamento por parte da atual direção, em aceitar sugestões sem que isto os faça se sentirem constra,ngidos.