Entre as atrações programadas para antes da partida de hoje uma deverá marcar um jogador em especial: o zagueiro e capitão Jéci. Nas duas passagens pelo Alto da Glória, ele conquistou quatro títulos e levantará pela terceira vez o troféu de campeão.

Nada mau, mas Jéci já adianta que quer dividir a honra de representar o Alviverde com os companheiros. “É marcante. Para mim, vou guardar a sete chaves essa conquista, apesar de ser mais um ali e representar o elenco”, diz o jogador.

Na visão do zagueiro, se fosse possível cada jogador deveria erguer uma taça. “Como na foto todos têm sua parcela, não vai ser só o Jéci que vai pegar o caneco. Vou levantar o caneco e já vou passar para a frente, por que todo mundo tem sua parcela de contribuição nesse sucesso”, avisa o capitão.

Na visão dele, quando o time foi rebaixado, todos foram responsabilizados. Agora, com o triunfo, todos também dividirão a mesma responsabilidade. “Todo mundo tem sua parcela também na glória, na conquista. Por isso, todo mundo tem que pegar o caneco e levantar para cima porque todos nós merecemos”, justifica.

De acordo com ele, será o desfecho de um ano maravilhoso. “Principalmente pelo grau de dificuldade que foi. Todos pensavam que o Coritiba iria brigar para não cair para a Série C e nós conseguimos, com muito trabalho e muita entrega, dar a volta por cima, conquistar o Estadual, colocar o clube de volta na Série A e fechar com o título. Particularmente, foi o melhor ano da minha vida e da minha carreira”, avalia.