O Coritiba terá nove jogos pela frente e o objetivo é conquistar três vitórias para garantir o acesso à elite do futebol brasileiro. O bom desempenho no longo campeonato da Série B já é um motivo para comemoração no Alto da Glória, graças às circunstâncias que foram encaradas durante o ano, com a punição imposta pelo STJD.

Com a reta final da competição se aproximando, a ansiedade toma conta dos jogadores do Alto da Glória. “A ansiedade é lógico que existe, porque é um ano desgastante, de muita cobrança e de muita responsabilidade. Mas não é porque tivemos um tropeço fora que nossa equipe deixa de ser forte”, diz o goleiro Edson Bastos.

O tropeço diante do Sport, no último sábado, fora de casa, deve ser esquecido para que a equipe siga com o foco no seu principal objetivo. “Temos que recuperar essa derrota o mais rápido possível”, afirma o arqueiro.

Para isso, o Alviverde terá duas complicadas missões durante a semana. Nesta terça-feira, o adversário será o Vila Nova, que apresentou uma crescente após estar praticamente rebaixado para a Série C. E no próximo sábado, terá o clássico com o Paraná Clube pela frente. “Temos que ter respeito e focar no jogo com o Vila para depois pensar no Paraná”, destaca Bastos.