Com um gol de Deivid no primeiro minuto de jogo, o Coritiba confirmou o favoritismo e venceu o Náutico por 1 a 0, neste domingo (9), no estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR), pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado manteve o Coritiba na liderança da competição com 11 pontos, enquanto o Náutico entrou para a zona de rebaixamento, em 17º lugar com quatro pontos.

Na parte de baixo da tabela e com técnico interino a tendência seria uma postura defensiva do Náutico, mas o time pernambucano mal teve tempo para respirar em campo. A um minuto de jogo, Alex cobrou uma falta pela esquerda e Deivid se antecipou à zaga para com um leve toque desviar de Gideão.

Com o gol, esperava-se maior facilidade para o Coritiba ampliar, mas a falta de conclusão das jogadas e também o excesso de erros de passes fez com que o Náutico crescesse na partida.

O Coritiba dominava o meio de campo, mas os avanços dos volantes Júnior Urso e Gil começaram a expor a defesa. O time pernambucano se aproveitou disso e chegou a assustar a meta de Vanderlei em três oportunidades, a mais perigosa, aos 41 minutos, em uma cobrança de falta de Rogério que obrigou Vanderlei a mandar para escanteio.

Na segunda etapa o Coritiba voltou mais aceso no jogo e aos 6 e aos 13 minutos perdeu oportunidades com os volantes Gil e Júnior Urso, respectivamente. O Náutico respondeu aos 25, com um chute de Hugo rente à trave.

A partir daí, o time pernambucano voltou a equilibrar as ações. O Coritiba tentava jogadas pelas laterais, mas os cruzamentos de Diogo e Victor Ferraz paravam na zaga do adversário.

No final da partida, o volante Chico comentou sobre a queda de rendimento da equipe. “Acho que o time deu uma caída, mas o importante é que conseguimos os três pontos, principalmente somando pontos dentro de casa e vamos aproveitar essa parada para corrigir alguns erros”, concluiu.

FICHA TÉCNICA:

CORITIBA 1 X 0 NÁUTICO

CORITIBA – Vanderlei; Victor Ferraz, Leandro Almeida, Chico e Diogo; Júnior Urso, Gil, Robinho (Lincoln) e Alex (Botinelli); Deivid (Everton Costa) e Rafinha. Técnico – Marquinhos Santos

NÁUTICO – Gideão; Maranhão, Willian Alves, João Filipe e Josa; Auremir, Dadá, Rodrigo Souto e Marcos Vinícius (Cajon); Rogério (João Paulo) e Jones Carioca (Hugo). Técnico – Levi Gomes.

GOL – Deivid, um minuto do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

CARTÕES AMARELOS – Jones, Gil, Leandro Amaral, Chico e Dadá.

RENDA – R$ 227.124,00.

PÚBLICO – 16.815 pagantes.

LOCAL – Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).