Foto: Valquir Aureliano

Henrique, que tem contrato até 2010, diz que pretende brilhar na Série A vestindo a camisa do Coritiba.

O mundo da bola está de olho no Alto da Glória. Jovens estrelas de um grupo vencedor, o zagueiro Henrique, o meia Pedro Ken e o atacante Keirrison já despertam o interesse de clubes do Brasil e do exterior. Mas a diretoria do Coritiba tranqüiliza a torcida, que sonha com a permanência dos novos ídolos, e avisa: só muito dinheiro pode tirar do Couto Pereira as jóias de seu tesouro. Aos 21 anos, Henrique já parece um veterano na zaga do Coxa. Com 20, Pedro Ken é considerado o cérebro da equipe que mandou na Segundona. Keirrison, de apenas 18, é uma das apostas do futebol brasileiro em tempos de escassez de bons centroavantes. Qualidades que fazem dos garotos alviverdes uma tentação e tanto para o insaciável mercado do futebol.

Mas, enquanto a galera ainda comemora o retorno à primeira divisão, o Coxa já se prepara para 2008. Para fazer bonito na elite, a principal aposta é a permanência das jovens promessas. ?Eles são muito novos e têm consciência de que é importante para as suas carreiras disputar a Série A. Tenho certeza que o Coritiba vai poder manter esses jogadores?, promete o presidente Giovani Gionédis.

Para a alegria do torcedor, o discurso do presidente está em sintonia com o dos atletas e de seus procuradores. ?Nosso objetivo é conseguir uma grande negociação, mas na hora certa. No momento, a realidade deles é o Coritiba, e estão muito satisfeitos por aqui?, diz Marcos Malaquias, um dos sócios da Massa Sports, empresa que gerencia a carreira de Henrique, Pedro e Keirrison.

A idéia é dar aos meninos a oportunidade de mostrar na Série A o talento que fez deles as grandes estrelas da segunda divisão este ano. ?Imagina todo esse barulho que eles estão fazendo agora, na Segundona, na primeira no ano que vem. Com certeza irão se valorizar muito mais?, acredita Malaquias, que já avisa: ?Para um deles sair agora, só se for uma proposta irrecusável?.

Keirrison tem contrato com o Coxa até o final de 2009. Pedro e Henrique, até 2010. Mas, pelo menos para o zagueiro, a tal oferta irrecusável pode aparecer logo. Rumores dão conta de que um clube europeu já teria oferecido 4 milhões de euros por Henrique. Malaquias e a diretoria alviverde não confirmam. ?Temos propostas pelos três, mas  não são valores consideráveis?, afirma o empresário.

Alheios às negociações, os garotos garantem que só pensam no Coxa. ?Para nós, seria ótimo jogar a primeira divisão pelo Coritiba. Conversei com o Pedro e com o Keirrison e eles pensam assim também. Estamos preocupados apenas em conquistar o título da Série B, que vai nos valorizar ainda mais?, conclui Henrique.

Invasão verde e branca

A torcida coxa-branca está se preparando para invadir Florianópolis no próximo sábado. Às 16h, o Coritiba enfrenta o Avaí, no jogo que pode garantir o título da Série B. A torcida Império Alviverde já lotou dez ônibus e o clube reservou mais dez para seus associados.

Uma promoção do patrocinador facilitou a vida dos sócios do Coxa. Para ir até Floripa, basta aos associados comprar um produto da Vale Fértil e trocar pela passagem e pelo ingresso para entrar na Ressacada. As trocas começam às 9h de hoje, na secretaria do Couto Pereira.

Apesar de toda a mobilização da galera, não vai ser fácil para o Coritiba faturar o troféu no sábado. Além de vencer o Avaí, o time tem que torcer por tropeços de Criciúma, Vitória e Portuguesa. Se a combinação de resultados não acontecer, o mais provável é que a festa fique para a terça-feira da semana que vem, quando o Coxa recebe a Lusa no Couto Pereira.