Foto: Valquir Aureliano/Tribuna
No animado rachão de ontem, o zagueiro Índio foi o autor do lance mais bonito. Uma bicicleta com direito a golaço em Arthur.

A um empate de sua quarta final seguida no Campeonato Paranaense, o Coritiba enfrenta na tarde de hoje, em Campo Mourão, mais uma batalha contra a Adap. Porém este ano a classificação para a decisão do estadual tem um sabor especial para o Coxa.

Após o rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro, em 2005, e um começo de temporada bastante conturbado, poucos apontavam o time do Alto da Glória como um dos favoritos ao título. A própria torcida coxa-branca parecia desapontada com a equipe e muitas vezes o incentivo foi trocado pelas vaias e protestos no Couto Pereira.

Hoje, a luta do elenco alviverde é para mostrar que as críticas eram precipitadas e que o time tem qualidade para garantir o retorno do Coxa à elite do futebol nacional. ?É um campeonato para dar uma alavancada muito grande, para que haja um envolvivento do torcedor com o time, para levar o Coritiba de volta à primeira divisão?, acredita o goleiro Arthur.

A chegada à decisão pode ser um marco para esse ?reencontro? da equipe alviverde com a galera. ?Agora é aperto no cinto, é concentração total?, diz o técnico Estevam Soares, mostrando bem como é o clima entre o grupo coritibano.

O time que vai encarar o desafio já está definido. Após o treino da tarde de ontem, no Centro Esportivo Aeroporto, Estevam confirmou que são apenas duas novidades em relação à equipe que venceu a primeira partida por 1 a 0, no último domingo, em Curitiba.

Índio retorna à zaga após cumprir suspensão, mandando Vagner de volta para o banco de reservas. No meio, Peruíbe ocupa a vaga de Márcio Egídio, que recebeu o terceiro cartão amarelo.

A tranqüilidade para definir o onze titular contrasta com a situação do adversário, que tem cinco desfalques. Mas o elenco alviverde não se empolga com os problemas da Adap.

?A equipe deles é uma incógnita. Mas qualquer atleta que entre para jogar essa partida quer marcar seu nome na história. Então agente espera deles muita luta, uma guerra?, avisa o técnico coxa-branca.

Todos sabem que o time da casa vai tentar se superar diante de sua torcida, que deve lotar o Estádio Roberto Brzezinski. ?Por isso, o Coritiba tem que mostrar a sua força, a sua camisa, a sua garra?, diz Estevam. Os jogadores garantem que estão prontos. ?Todos nós estamos preparados. Vale uma vaga na final e estamos concentrados para fazer um grande jogo?, afirma Arthur.

O goleiro coxa-branca pode ser fundamental na jornada de hoje. Se Arthur não tomar gol, o Coxa está garantido na decisão. No caso de uma vitória simples da Adap, a disputa vai para os pênaltis.

CAMPEONATO PARANAENSE
Semifinal – jogo de volta
Em campo
Local: Roberto Brzezinski (Campo Mourão)
Horário: 15h40
Árbitro: Antonio Denival de Moraes
Assistentes: José Hamilton Pantarolo e José Carlos Dias Passos

ADAP x CORITIBA

Adap
Fábio; Dezinho, Lino (Jackson) e Leandro; Ângelo, Batista, Barbieri (Fernandinho), Gildásio e Elvis; Ivan e Marcelo Peabiru. Técnico: Gilberto Pereira

Coritiba
Artur, Wilton Goiano, Henrique, Índio e Fabinho; Peruíbe, Rodrigo Mancha, Jackson e Guaru; Eanes e Vinícius. Técnico: Estevam Soares