Valquir Aureliano
Marlos deve começar jogando no ataque amanhã, contra o time de Campinas.

Não deu nem para comemorar a goleada sobre o Barueri. Mal acabou a partida de sábado e o técnico René Simões já passou a primeira instrução para o próximo confronto: ?Quero meus jogadores pensando na Ponte Preta?. Apesar da recuperação na Segundona com a conquista da vice-liderança, o Alviverde está a seis pontos do líder Criciúma e precisa manter o aproveitamento em casa se quiser continuar sonhando com a volta à Série A no ano que vem.

O confronto contra a Macaca está programado para as 20h30 de amanhã, no Couto Pereira.

?Eu falei para eles: esqueçam o que aconteceu com o Barueri porque é passado. Nós temos que pensar na Ponte Preta, porque temos uma seqüência de três jogos muito desgastantes?, avisa o treinador do Coxa. Quebrando um pouco o discurso anterior, René acabou projetando mais de uma partida, coisa que ele não queria fazer anteriormente. ?Os atletas têm que saber conviver com isso. Agora, é repousar. Muito descanso, muita alimentação, muita hidratação e eles estão bem conscientes de que o Barueri já foi?, justifica.

A Abelha já foi, mas contra a Macaca, o comandante do Coritiba quer mais dos jogadores. ?Eu continuo preocupado, embora o goleiro deles tenha feito belas defesas, embora a bola tenha entrado e não tenha sido validado o gol, nós temos que ter mais competência e fazer os gols?, pondera. Segundo o treinador, o volume de jogo era suficiente para o time ir para o intervalo com o empate, pelo menos. ?Esse grupo trabalha demais, mas o que falta é tomar a decisão exata no momento exato, e eles estão aprendendo a fazer isso?, aponta.

Para o confronto de amanhã, porém, o treinador não poderá contar com o volante Careca e com o atacante Gustavo. Ambos receberam o terceiro cartão amarelo e ficarão de fora.

A tendência é que Rodrigo Mancha e Keirrison sejam promovidos ao time titular. No entanto, René também pode estudar a possibilidade de lançar Marlos desde o início, possivelmente no ataque. Tudo isso será feito no trabalho de hoje à tarde, no CT da Graciosa.

Por enquanto, nada de falar em reforços

A goleada sobre o Barueri e a volta de vários jogadores do departamento médico aliviaram a pressão sobre a diretoria por novas contratações. ?Discutimos (técnico e direção) o elenco e tudo, no determinado tempo, vai acontecer. Não pode haver desespero, crise, não podemos desvalorizar os jogadores que nós temos. Temos que ter muita tranqüilidade porque jogar a Série B não é fácil?, analisa o técnico René Simões.

De acordo com o coordenador de futebol, João Carlos Vialle, o clube não irá trazer jogadores para disputar posição.

?Nós temos 36 jogadores aqui de qualidade para levar o Coritiba de volta para a primeira divisão?, destaca. Com os retornos de Túlio, Rodrigo Mancha e outros, as opções do treinador melhoram bastante e, com isso, não teria sentido contratar atletas do mesmo nível. O elenco ainda tem o lateral-direito Gilberto Flores, que está ficando no banco, mas ainda não estreou com a camisa alviverde.