Foto: Valquir Aureliano/Tribuna

Marlos ganha uma chance no meio-de-campo.

Sem conseguir fazer a lição de casa contra o Cianorte, o Coritiba volta a ter a obrigação de jogar bem e recuperar os pontos perdidos diante do Nacional. E com a pressão de ?vestibular? para uma série de jogadores, que estão sendo observados pela diretoria e podem não emplacar para a Série B.

Com tudo isso, o técnico Guilherme Macuglia altera a forma de jogar da equipe e promove o volante Juninho e o meia Marlos à condição de titulares. O confronto está programado para as 16h no Erick Georg, em Rolândia.

Se já não bastasse estar na Segundona do futebol brasileiro, os fracassos seguidos no Campeonato Paranaense deste ano deixam o clima do Alto da Glória bem carregado. Tanto que a diretoria cobrou de jogadores e comissão técnica mais trabalho para a recuperação do tempo perdido. E quem não corresponder às expectativas pode ir embora mais cedo. Por isso, a necessidade da vitória o mais rápido possível e um futebol convincente para que novas mudanças, e radicais, não aconteçam tão cedo.

O que muda, no momento, é a equipe. O treinador coxa se convenceu que não adianta improvisar atacante para armar as jogadas e aposta em muita marcação e em Marlos, que é do ofício. ?A gente vinha atuando com o Igor, que não é da função e, agora, vamos dar oportunidade a quem é específico, como o Marlos e até o Pedro Ken, que também joga na função?, adianta Macuglia. O meia Lairson, recém-contratado, teve algumas chances e parece já estar descartado pelo clube.

Junto com essa alteração, muda também o sistema tático, que perde um zagueiro e ganha mais um volante para povoar a meiúca, ficando com três marcadores para enfrentar o lanterna da competição. ?Vamos tentar, sem mexer muito na estrutura da equipe, uma criação maior pelo meio e com os laterais mais recuados?, aponta.

Com o 4-4-2, além da saída de Igor, quem perde o lugar é o zagueiro Ozéia, para a entrada do volante Juninho. O restante da equipe permanece o mesmo que perdeu para o Leão do Vale.

Cabeção

O novo lateral-direito do Coritiba é Ruy, que jogou no ano passado pelo Botafogo.

O jogador de 28 anos deixou General Severiano para atuar pelo DC United/EUA, mas as negociações não deram certo e ele deverá ser apresentado pelo Alviverde amanhã.

CAMPEONATO PARANAENSE

NACIONAL X CORITIBA

Nacional

Renato; Da Silva, Gonçalves e Nei; Juninho Sodré, Danilo, Fábio Braguim, Kléber, Almir e Joélson; Marcão.

Técnico: Danilo Augusto

Coritiba

Rodrigo Café; China, Henrique, Leandro e Daniel Cruz; Rodrigo Mancha, Marcos Mendes, Juninho e Marlos; Anderson Gomes e Hugo.

Técnico: Guilherme Macuglia

Súmula

Local: Erick George (Rolândia)

Horário: 16h

Árbitro: Paulo Amaral

Assistentes: Rogério Oliveira Costa e Auro Bispo dos Santos