Quando as fases de dois times que se enfrentam não é boa, o empate acaba prevalecendo. Nesta quarta-feira, pela 12.ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Coritiba conseguiu segurar o entusiasmo da Ponte Preta e empatou por 0 a 0, no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

O resultado é ruim para os dois clubes. O Coritiba não sabe o que é vencer há três jogos. Foi uma derrota por 2 a 0 para o Atlético Paranaense e dois empates por 0 a 0, com Joinville e Ponte Preta, se mantendo na zona de rebaixamento, com nove pontos. Do outro lado, o time paulista somou apenas cinco pontos nos últimos seis jogos – uma vitória por 2 a 1 sobre o mesmo Atlético Paranaense e empates com Goiás e Coritiba por 0 a 0, ficando no meio da tabela de classificação, com 17 pontos.

Mesmo jogando fora de casa, a Ponte Preta se impôs no primeiro tempo e foi para o intervalo com a sensação de que merecia uma melhor sorte. Logo aos seis minutos, Diego Oliveira recebeu livre do lado direito da área e se tocasse para trás, Biro Biro poderia fazer o gol. Ele preferiu a finalização e a bola foi na trave esquerda.

O Coritiba continuou acuado no campo de defesa e o técnico Guto Ferreira pediu para seus jogadores arriscarem de fora da área. Na primeira tentativa, aos 12 minutos, Juninho soltou uma bomba, que desviou em Leandro Silva e por muito pouco não encobriu o goleiro Wilson.

A tática de chutar de fora da área se manteve e aos 33 minutos foi a vez de Felipe Azevedo tentar surpreender Wilson. A bola explodiu no travessão, pingou em cima da linha e saiu, sem entrar na baliza.

O segundo tempo caiu bastante de rendimento. A Ponte Preta não conseguiu manter o mesmo ritmo e faltou qualidade técnica ao Coritiba para levar perigo ao gol adversário. Aos oito minutos, Marcos Aurélio arriscou de voleio dentro da área, mas a bola amorteceu nas costas de Pablo e facilitou a defesa de Marcelo Lomba.

Marcos Aurélio ainda teve mais uma chance de ouro aos 32 minutos. Depois de bela defesa de Marcelo Lomba, ele pegou o rebote de primeira e a bola estava indo na direção do gol, mas Pablo se atirou na frente conseguiu salvar.

Pela 13.ª rodada, o Coritiba volta a campo neste domingo, às 11 horas, para enfrentar o São Paulo, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Já a Ponte Preta jogará no sábado, às 21 horas, contra o Atlético Mineiro, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 0 x 0 PONTE PRETA

CORITIBA – Wilson; Rodrigo Ramos (Norberto), Luccas Claro, Leandro Silva e Henrique; Alan Santos (Misael), Esquerdinha, Lúcio Flávio e Thiago Galhardo; Marcos Aurélio e Rafhael Lucas (Paulinho). Técnico: Ney Franco.

PONTE PRETA – Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Fernando Bob, Juninho e Renato Cajá (Léo Costa); Felipe Azevedo (Cesinha), Biro Biro e Diego Oliveira (Borges). Técnico: Guto Ferreira.

CARTÕES AMARELOS – Alan Santos, Norberto, Henrique e Thiago Galhardo (Coritiba); Cesinha, Diego Oliveira, Pablo, Renato Cajá e Renato Chaves (Ponte Preta).

ÁRBITRO – Péricles Bassols Pegado Cortez (Fifa/RJ).

RENDA – R$ 95.875,00.

PÚBLICO – 7.515 pagantes (9.384 no total).

LOCAL – Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR).