Foto: Valquir Aureliano

William Hauptmann: inter-temporada forçada.

Não será por falta de preparo físico que o Coritiba não irá subir para a Série A do campeonato brasileiro. Essa, pelo menos, é a promessa do preparador físico William Hauptmann, que está aproveitado a inter-temporada forçada do alviverde para colocar o elenco na ponta dos cascos. ?Na primeira semana demos ênfase à parte das reavaliações físicas para ver o atual nível de condicionamento dos jogadores, e na próxima semana vamos trabalhar mais a parte técnica e tática?, revela o profissional.

De acordo com ele, as avaliações fazem parte da rotina do clube, que precisa saber sempre como estão os atletas. ?Você tem que saber em que nível eles estão devido aos jogos e ao tempo que alguns ficaram no departamento médico. Assim, podemos avaliar a performance de cada um para termos a carga ideal para cada um?, aponta Hauptmann. Para facilitar, para Hauptmann, os novos contratados estavam em atividade e estão bem condicionados. ?Todos estavam jogando?, comemora.

Mesmo assim, ele já prevê as dificuldades do que é encarar uma Segundona pela frente. ?Precisamos de tranqüilidade para trabalhar, ter a torcida do nosso lado porque nós vamos entrar num campeonato que tem muito vigor físico, com muita pegada, muita força?, projeta o preparador físico do Coxa. Por isso, ele também já se preocupa com a recuperação dos atletas quando a maratona começar. ?Teremos jogos sexta, alguns jogos sábado e alguns na terça. Por isso, a preocupação é sabermos dosar a recuperação e o equilíbrio do trabalho?, avisa.

De qualquer forma, apesar do precioso tempo para trabalhar, o que ele mais queria era que a equipe continuasse a disputa do paranaense e da Copa do Brasil. ?Sinceramente, eu não queria estar na frente da televisão como que estou no domingo e na quarta não. Mas, temos que olhar para frente. Sabíamos que tínhamos três competições no ano e a mais importante era a Série B?, lamenta.

No entanto, ele prevê um bom desempenho físico da equipe na competição. ?Vamos olhar para frente, temos 38 jogos e 210 dias de comprometimento, de seriedade, de trabalho de segunda a segunda?, finaliza Hauptmann. Ao mesmo tempo em que a equipe trabalha o preparo físico, o técnico Guilherme Macuglia já começou a moldar o time para a estréia na Série B.