enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Corinthians vence o São Paulo e reverte vantagem

  • Por Agência Estado

Um jogo digno das grandes decisões. Corinthians e São Paulo mostraram de tudo ontem, no Morumbi, na primeira partida da final do Paulista. Futebol ofensivo, jogadas de alto nível misturadas com lances de pura raça, várias bolas na trave, muita emoção. Uma partida cheia de alternativas em que, no final, prevaleceu o Corinthians, que venceu por 3 a 2 e agora precisa de apenas um empate no sábado, às 18h, para comemorar o título.

Oswaldo de Oliveira optou por escalar Júlio Baptista na lateral-direita, com o objetivo de neutralizar o forte lado esquerdo do Corinthians. E conseguiu no primeiro tempo. Kléber não encontrou espaços para avançar (Fábio Simplício ajudava a fechar o setor). Assim, o time de Geninho vivia da movimentação de Gil e da boa partida de Jorge Wagner.

Mas o São Paulo, com Ricardinho fazendo grande partida (todas as bolas passavam por seus pés), dominou a maior parte da etapa. Ainda assim saiu atrás no placar, quando Gustavo Nery fez pênalti em Liedson, que Rogério cobrou para marcar o primeiro do Corinthians. Mas 4 minutos depois, aos 33, Ricardinho deu um passe fantástico para Luís Fabiano empatar. Foi o sétimo gol do atacante, agora artilheiro do campeonato ao lado de Ricardo Oliveira e Rico.

Na etapa final, Geninho corrigiu os problemas de marcação do Corinthians. Jorge Wagner cresceu na partida, Kléber melhorou e Gil passou a se movimentar melhor. O time de Parque São Jorge, então, passou a ter a posse de bola por mais tempo na primeira etapa, aconteceu o contrário. O problema é que pecava pela falta de objetividade. Já o São Paulo, quando tinha alguma chance, conseguia concluir.

Mesmo assim, foi o Corinthians que chegou ao segundo gol após uma cobrança de falta pelo lado esquerdo. Jorge Wagner levantou a bola na área e Fábio Luciano fez de cabeça. Gol irregular. O zagueiro estava impedido (42 centímetros, segundo o tira-teima da TV Globo).

O que aconteceu a seguir, fez os corintianos temerem pela sorte do time. Por um simples motivo: o time perdeu três chances incríveis de gol – numa delas, Rogério Ceni fez uma das defesas mais bonitas do campeonato. E, no que parecia um castigo Reinaldo empatou a partida ao pegar um rebote da trave após cabeçada de Luís Fabiano, fazendo seu primeiro gol na temporada.

Só que Gil costuma se sair bem contra o São Paulo. E a “escrita” não falhou. Aos 38?, ele recebeu a bola e contou com a complacência de Júlio Baptista, que lhe deu espaço, para chutar forte para dar a vitória ao Corinthians.

Sábado, na segunda partida, o São Paulo não terá Gustavo Nery e nem Maldonado e o Corinthians ficará sem Leandro. Os três receberam o terceiro cartão amarelo ontem.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas