Depois da alegria de ter conquistado a pole na véspera, Antonio Pizzonia teve de se contentar apenas com o pódio na primeira corrida da Fórmula Superliga. O piloto brasileiro da equipe do Corinthians terminou em terceiro lugar na primeira prova deste domingo e foi oitavo na segunda disputa, em Donington Park, na Inglaterra. Maximilian Wissel, do suíço Basel, venceu a primeira, e Tristan Gommendy, do Porto, levou a segunda corrida.

“A equipe estragou minha corrida. Entrei para a troca de pneus em primeiro e voltei em terceiro. O pit stop foi muito lento, fazendo com que eu perdesse a corrida nos boxes, o que é frustrante. Foi o fim”, reclamou Pizzonia após a primeira corrida.

Na segunda corrida, o brasileiro voltou a reclamar, desta vez dos dos pneus. “Meu primeiro jogo de pneus não permitiu que eu fosse tão rápido. Com o segundo jogo de pneus fui bem mais rápido, mas já era tarde demais para uma recuperação”, explicou.

Enrique Bernoldi, do Flamengo, bateu logo na primeira volta e não pontuou na primeira corrida. Na segunda, apesar de largar na pole – por ter sido o primeiro a abandonar a corrida anterior – e liderado boa parte da disputa, acabou também abandonando devido a pane no carro logo após o pit stop.

“Na hora do pit stop, parei no box e o motor apagou. Acho que deve ter sido problema de embreagem, ou alguma outra peça que quebrou, pois o carro não saía de lugar”, explicou Bernoldi, após o abandono na segunda corrida.

Resultados do GP de Donington Park:

Primeira prova:

1.º – Max Wissel (Basel), 31 voltas

2.º – John Martin (Glasgow Rangers), a 2s180

3.º – Antonio Pizzonia (Corinthians), a 3s121

4.º – Giorgio Pantano (Milan), a 3s953

5.º – Craig Dolby (Tottenham Hotspur), a 11s490

6.º – Adrián Vallés (Liverpool), a 12s582

7.º – Jonathan Kennard (Roma), a 16s415

8.º – Tristan Gommendy (Porto), a 16s853

9.º – Ho-Pin Tung (Atlético de Madri), a 23s533

10.º – Kasper Andersen (Midtylland) a 24s487

11.º – Esteban Guerrieri (Sevilla), a 25s839

12.º – Pedro Petiz (Sporting), a 1min05s223

13.º – Scott Mansell (Galatasaray), a 3 voltas

14.º – Nelson Panciatici (Olympique Lyonnais), a 3 voltas

15.º – Dominck Muermans (PSV Eindhoven), a 3 voltas

Não completaram:

Yelmer Buurman (Anderlecht), 7 voltas

Davide Rigon (Olympiacos), 3 voltas

Enrique Bernoldi (Flamengo), 0 volta

Segunda prova:

1.º – Tristan Gommendy (Porto), 30 voltas

2.º – Pedro Petiz (Sporting), a 4s691

3.º – Max Wissel (Basel), a 6s623

4.º – Craig Dolby (Tottenham), a 7s776

5.º – Kasper Andersen (Midtylland), a10s187

6.º – Adrián Vallés (Liverpool), a 11s540

7.º – Ho-Pin Tung (Atlético de Madri), a 17s468

8.º – Antonio Pizzonia (Corinthians), a 17s907

9.º – Nelson Panciatici (Olympique Lyonnais), a 40s362

10.º – Jonathan Kennard (Roma), a 41s002

11.º – Dominck Muermans (PSV Eindhoven), a 54s946

12.º – Scott Mansell (Galatasaray), a 56s634

Não completaram:

Esteban Guerrieri (Sevilla), 10 voltas

Enrique Bernoldi (Flamengo), 9 voltas

Davide Rigon (Olympiacos) 3 voltas

John Martin (Glasgow Rangers), 1 voltas

Giorgio Pantano (Milan) 0 volta