O Corinthians conquistou sua terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, a equipe ganhou por 1 a 0 da Chapecoense, na Arena Condá, em duelo adiado da 21ª rodada. Com a resultado positivo, o Corinthians chegou aos mesmos 41 pontos do Santos, mas ficou em quarto lugar por ter uma vitória a menos do que o rival. O segundo colocado Palmeiras soma 46 pontos, enquanto o Flamengo tem 49. A Chapecoense, por sua vez, segue na lanterna do Brasileirão, com apenas 15 pontos.

O Corinthians iniciou a partida com boas jogadas, mas a intensidade durou pouco. Com o passar do tempo, a chuva aumentou e o campo começou a ficar mais pesado. As poças d’água dificultaram a criação dos dois times, que começaram a recorrer aos lançamentos longos pelo alto.

Os chutes de fora da área também passaram a virar arma. O Corinthians assustou dessa maneira em dois lances, com Mateus Vital e depois com Pedrinho. Everaldo exigiu boa defesa de Cássio.

Na volta do intervalo, o técnico Fábio Carille deixou o Corinthians mais ofensivo ao colocar Sornoza na vaga de Júnior Urso. O equatoriano levou perigo logo aos três minutos, em chute de longe que passou perto da trave.

Apesar de a chuva ter diminuído, o gramado continuava com algumas poças. A Chapecoense mostrava por que está na zona de rebaixamento: volantes que praticamente não chegam ao ataque e dependente das jogadas de Arthur Gomes e Everaldo. O Corinthians também sofria para criar alguma chance perigosa.

A entrada de Gustavo no lugar de Pedrinho indicou que Carille queria mais bolas cruzadas na área da Chapecoense. E foi assim que, aos 17, o Corinthians abriu o placar. Sornoza cobrou escanteio, e Danilo Avelar mandou de cabeça para o fundo da rede.

Após o gol sofrido, Marquinhos Santos fez substituições e a Chapecoense passou a ficar mais no campo de ataque. Cássio fez duas defesas seguidas, em chutes de Renato Kayzer e Camilo, mas o jogador estava em posição de impedimento e o lance seria invalidade se tivesse sido gol.

Nos minutos finais, o Corinthians se recuou e não sofreu mais perigo. Também praticamente não passada do meio de campo. O 1 a 0 já estava de bom tamanho para a equipe.

Embalado, o Corinthians visitará o Grêmio, em Porto Alegre, no sábado. No dia seguinte, a Chapecoense vai receber o Flamengo na Arena Condá.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 0 X 1 CORINTHIANS

CHAPECOENSE – Tiepo; Eduardo, Douglas, Rafael Pereira e Roberto; Amaral (Régis), Márcio Araújo, Bruno Pacheco e Camilo (Vini Locatelli); Arthur Gomes (Renato Kayzer) e Everaldo. Técnico: Marquinhos Santos.

CORINTHIANS – Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso (Sornoza) e Mateus Vital; Pedrinho (Gustavo), Clayson e Vagner Love (Janderson) e Clayson. Técnico: Fábio Carille.

GOL – Danilo Avelar, aos 17 minutos do segundo tempo;

CARTÕES AMARELOS – Amaral, Bruno Pacheco, Eduardo (Chapecoense); Vagner Love, Fagner (Corinthians)

ÁRBITRO – Daniel Nobre Bins (RS)

RENDA – R$ 164.367,50.

PÚBLICO – 5.036 pessoas.

LOCAL – Arena Condá, em Chapecó (SC).