O Corinthians bateu o Fortaleza por 2 a 1, de virada, no estádio Castelão, na capital cearense, e passa a respirar aliviado no campeonato brasileiro. Além de escapar do rebolo, o clube subiu nove posições na tabela agora é o 10.º colocado, com 9 pontos e acabou mandando seu adversário, que continua com 6 pontos, para a zona de rebaixamento da competição. Fabrício abriu a contagem para os donos da casa, mas Rogério, de pênalti, e Liédson, fizeram os gols da reação alvinegra.

O início da partida foi muito truncado pelo excessivo número de faltas de ambos os lados, mas não demorou para que cada equipe mostrasse suas armas: o Corinthians, com melhor toque de bola, dominava o meio-campo, enquanto o fortaleza, mesmo jogando com o apoio de sua torcida, era mais perigoso nos contra-ataques.

Mesmo assim a jogada mais aguda dos donos da casa no primeiro tempo foi provocada por um chutão de Fábio, que tentava apenas isolar a a bola, e desviou em Fabrício. Doni, bem colocado, conseguiu tirar a bola de cima da linha. O Fortaleza intensificou a presssão no segundo tempo, e o gol de abertura do placar saiu logo aos 4min: no escanteio batido no primeiro pau, Fabrício subiu mais que Fábio Luciano e desviou de cabeça.

Em vez de despertar, o gol deixou atônito o time do Corinthians, que sofreu uma verdadeira blitze do Fortaleza. O Tricolor cearense rteve pelo menos três boas chances de ampliar, mas em duas delas, Doni salvou o Timão: aos 11min, defendendo com o pé um chute de Alyson, e aos 12min, espalmando a falta batida por Marcos Paulo.

Aos poucos o nervosismo corintiano foi se dissipando, até que, aos 21min, o zagueiro Carlinhos derrubou Fumagalli na área: pênalti que Rogério bateu e converteu, para alívio da Fiel. A resposta do Fortaleza veio aos 27min, quando o baixinho Clodoaldo, que acabara de entrar no lugar de Macedo, fez um cruzamento sob medida para Fabrício, que, com o gol escancarado, deixou a bola escapar.

Foi um erro fatal para o Fortaleza, que sofreria o gol da virada aos 36min: Liédson fez boa jogada individual pela esquerda, livrou-se de dois marcadores e bateu cruzado, sem chance de defesa para o goleiro Jefferson.