O Corinthians tenta mais uma manobra para se livrar da dívida de 8 milhões de euros com o Lyon, da França, pela contratação do atacante Nilmar. Sem poder recorrer na Fifa e na Corte Arbitral do Esporte (CAS), que já deram decisão favorável ao clube francês, os corintianos vão apelar à Justiça comum da Suíça.

O resultado dessa ação na Suíça, no entanto, não altera em nada a decisão da Justiça do Trabalho do Brasil, que nesta semana determinou o rompimento do vínculo do atacante com o Corinthians. Assim, Nilmar está livre para jogar onde quiser.