Antes da última rodada, mesmo na zona de rebaixamento, o risco de o Corinthians cair era de 51%. Agora, após sair de região de descenso, a ameaça aumentou para 58% segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia. A explicação para o aumento da probabilidade de queda é pelo fato de o time fazer dois dos três últimos jogos fora de seus domínios.

Mesmo assim, o clube quer contrariar a matemática e se salvar com uma rodada de antecedência. Como? Ganhando os dois próximos jogos, domingo contra o Goiás, no Serra Dourada, e dia 25, diante do Vasco, no Pacaembu, e torcendo por uma derrota do Paraná para o Botafogo, sábado, no Rio, ou contra o Santos, dia 25, em Curitiba.

Na matemática corintiana, está descartada uma derrota no duelo decisivo frente os goianos. Até um empate não é considerado mau resultado, já que, apostam, o Paraná vai tropeçar bastante em seus duelos finais. Sete pontos garantem, sem depender de ninguém, o Corinthians na Série A.