Um dia depois de Nilmar fazer sua primeira partida pelo Internacional, recuperado da cirurgia no joelho esquerdo, o Corinthians chegou a um acordo com o Lyon para pagar sua dívida pela contratação do atleta, em julho de 2006.

O Lyon aceitou fazer um abatimento e vai receber 6,7 milhões de euros (R$ 17 milhões), à vista. O dinheiro sairá da valor recebido pelo Corinthians pela transferência do meia Carlos Alberto para o Werder Bremen e da negociação do meia Willian com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia.

Outros 100 mil euros (R$ 280 mil) foram abatidos em razão da contratação do zagueiro Anderson, do Benfica, em julho. O Corinthians foi o formado do jogador e tinha direito a receber essa quantia, pelas normas da Fifa.

O valor total do negócio era de 8 milhões de euros, e o restante 1,7 milhão de euros (cerca de R$ 5 milhões), o Corinthians acertou com o Internacional, clube formador de Nilmar. O clube paulista vai assumir uma dívida dos gaúchos com o Clube dos 13 e parcelar o valor restante.

Curiosamente, quem está contanto com os serviços do atacante é o Inter. Nilmar tinha contrato com o Corinthians até dezembro deste ano, mas conseguiu a rescisão antecipada, em julho, alegando salários atrasados e o não pagamento de luvas.