O Corinthians resolveu apimentar ainda mais a acirrada briga por Ronaldinho Gaúcho. O presidente do clube, Andrés Sanchez, anunciou na noite de quarta-feira, em entrevista à web rádio Coringão, canal oficial do time na internet, que pode pagar salário de R$ 1,8 milhão por mês para o meia-atacante.

“Eu tenho à disposição R$ 1,8 milhão por mês para ele. Eu pago isso para ele agora”, destacou o presidente do clube paulista, que ressaltou que a proposta ficaria ainda melhor se somado os valores recebidos com as ações de marketing envolvendo o jogador.

No entanto, o mandatário voltou a afirmar que não fez nenhuma proposta por Ronaldinho e que não entraria em leilão com o Grêmio, Palmeiras e Flamengo para poder contar com o atleta em 2011. “Se ele não estiver feliz com as propostas que recebeu até agora, é só me procurar”, concluiu Andrés.

O Grêmio, porém, é o favorito para vencer a concorrência de Palmeiras e Flamengo, que realizaram propostas oficiais, e acertar a contratação de Ronaldinho Gaúcho. Na quarta-feira, o presidente Paulo Odone declarou que a negociação está fechada e o contrato está sendo redigido. Ele, porém, não quis oficializar a contratação, o que pode ocorrer nesta quinta-feira.